A resistência à insulina e sua relação com a atividade anaplerótica mitocondrial em músculo esquelético, o consumo de substratos e o exercício físico

A resistência à insulina e sua relação com a atividade anaplerótica mitocondrial em músculo esquelético, o consumo de substratos e o exercício físico

Felipe Romano Damas Nogueira

TCC

Português

TCC/UNICAMP N689r

Campinas, SP : [s.n.], 2010.

48 p.

Orientador: Leonardo dos Reis Silveira

Trabalho de Conclusão de Curso (graduação) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física

Resumo: A elevada disponibilidade de energia na forma de triacilglicerol intramuscular (IMTG) está associada à produção de espécies reativas de oxigênio (EROS), estresse oxidativo, baixa atividade do ciclo do ácido tricarboxílico (CAT) e b-oxidação. Estes fatores, per se e em conjunto tem ação...

Abstract: The high energy availability in form of intramuscular triglyceride (IMTG) is associated with the production of reactive oxygen species (EROS), oxidative stress, low activity of the tricarboxylic acid cycle (CAT) and b-oxidation. This factors, per se and in conjunct have an inhibitory...

A resistência à insulina e sua relação com a atividade anaplerótica mitocondrial em músculo esquelético, o consumo de substratos e o exercício físico

Felipe Romano Damas Nogueira


										

A resistência à insulina e sua relação com a atividade anaplerótica mitocondrial em músculo esquelético, o consumo de substratos e o exercício físico

Felipe Romano Damas Nogueira

    Exemplares