Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/330486
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Bases sociais e eleitorais dos partidos conservadores no estado de São Paulo (1982-2016)
Title Alternative: Social and electoral basis of conservative parties in Sao Paulo state (1982-2016)
Author: Fernandes, Jean Lucas Macedo, 1992-
Advisor: Meneguello, Rachel, 1958-
Abstract: Resumo: Desde o retorno ao pluripartidarismo (1979), foi observado que o desempenho eleitoral dos partidos conservadores sofreu grandes mudanças nos municípios paulistas. Para analisar esta parte do continuum ideológico, foram selecionados cinco dos maiores representantes da direita partidária no Brasil. Quatro deles por possuírem trajetória em nosso sistema partidário desde a redemocratização (PTB, DEM, PP e PR) e um deles por ter entre seus quadros diversas lideranças oriundas dessas agremiações (PSD). O objetivo do trabalho é investigar as bases sociais e eleitorais que têm acolhido esses partidos em São Paulo, entre 1982 e 2016. Diversas transformações tem caracterizado a arena eleitoral paulista, a começar pelo crescimento da competição e do número efetivo de partidos. Em meio a este cenário, duas hipóteses foram elaboradas: por um lado, acredita-se que a relação entre as votações dos partidos conservadores é diretamente proporcional à capacidade que possuem para disputar os pleitos locais. Já a segunda hipótese defende que o contexto socioeconômico mais favorável às votações desses partidos é aquele predominantemente rural, com baixos indicadores sociais. Através de análise longitudinal das eleições locais para prefeito e vereador, e trabalhando tanto com o momento pré-eleição (lançamento de candidatos) quanto após o fechamento dos pleitos (cadeiras conquistadas e votações), concluiu-se que os partidos conservadores tem diminuído sua capacidade de organização para liderarem os pleitos - afetando diretamente seus resultados eleitorais. Em relação ao contexto em que se inserem, há dois momentos distintos: um entre 1982 e 1996, onde as votações estão diretamente relacionadas ao ambiente socioeconômico tradicionalmente associado ao voto conservador; e outra fase após 1996, quando as preferências político-partidárias não se encontram mais tão enraizadas em contextos específicos

Abstract: Since returning to the multiparty system (1979), it has been observed that the electoral performance of conservative parties underwent major changes in the municipalities of Sao Paulo. To analyze this part of the ideological continuum, five of the largest representatives of the party right in Brazil were selected. Four of them for having a path in our party system since a redemocratization (PTB, DEM, PP and PR) and one of them because its cadres contains diverse leaderships such as companies (PSD). The aim of this study is to investigate the social and electoral bases that have taken place in São Paulo, between 1982 and 2016. Several transformations have been characterized the paulista electoral context, such as improved competition and effective number of parties. In the midst of this scenario, two hypotheses have been elaborated: on the one hand, it is believed that the relationship between the votes of conservative and remote parties proportional to the capacity to contest local lawsuits. The second hypothesis argues that context socioeconomic context more favorable to the votes of predominantly rural countries, with low social indicators. Through a longitudinal analysis of the facilities for pre-launch and launch, and working both at the pre-election (candidate launch) and at the end of the process (won seats and votes), it was concluded that conservative parties have decreased their capacity to organization to lead the lawsuits - affecting their election results. Regarding the context in which they are inserted, there are two distinct moments: one between 1982 and 1996, where votes are well related to the socioeconomic environment traditionally associated with the conservative vote; and another phase after 1996, when political departure preferences are no longer in specific conditions in specific contexts
Subject: Partidos políticos
Conservantismo - São Paulo (Estado)
Sistema eleitoral
Eleições locais
Ideologia
Democracia
São paulo (Estado) - Municípios
Editor: [s.n.]
Citation: FERNANDES, Jean Lucas Macedo. Bases sociais e eleitorais dos partidos conservadores no estado de São Paulo (1982-2016). 2017. 1 recurso online (121 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/330486>. Acesso em: 2 set. 2018.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fernandes_JeanLucasMacedo_M.pdf2.46 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.