Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279994
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Sair pelo mundo = a conformação de uma territorialidade camponesa
Title Alternative: Toing and froing : the making of a peasant territoriality
Author: Nogueira, Verena Sevá
Advisor: Godoi, Emília Pietrafesa de, 1960-
Abstract: Resumo: O objetivo deste trabalho é compreender como se constitui o território de famílias camponesas que se deslocam desde as fazendas sertanejas para outros lugares. Propõe-se pensar a construção do território dessas famílias dentro de uma composição de espaços conectados entre si. A pesquisa foi realizada junto a famílias camponesas do município de Aracatú, localizado no sul do estado da Bahia, em região sertaneja do Brasil. Famílias marcadas por trajetórias de deslocamentos para a região Sudeste do Brasil, em especial para os municípios de Campinas e de Artur Nogueira, no estado de São Paulo, e para cafezais no sul do estado de Minas Gerais e de Campinas. Por meio da movimentação espacial das famílias, das redes de relacionamento tecidas entre os lugares para onde elas se movem e das trocas que ocorrem entre as pessoas espalhadas nos diversos espaços, delineia-se uma configuração territorial construída no trânsito de pessoas e de bens (materiais e simbólicos). A "casa" enquanto noção em torno da qual se estrutura as relações sociais revelouse fundamental para a compreensão de como as famílias se agrupam, se organizam e se reproduzem dentro de um território móbil. Um território que transborda os limites geográficos da "casa" sertaneja, das novas casas de moradia do Sudeste e dos alojamentos de migrantes, conformando-se na inter-relação entre esses distantes embora conectados espaços.

Abstract: The study was developed to understand how peasant families move from homestead to other one to constitute a new territory and how both are connected. The study was carried out among peasant families of Aracatú, a small town in the state of Bahia, Brazil. These families often displace to Campinas and Artur Nogueira, cities of the state of São Paulo and to coffee plantations in the county of Campinas or in farms of the state of Minas Gerais. Nets of relationship are formed between the places and the people within the spatial movement of the family members. A territorial configuration is built by the traffic of people and goods (material and symbolic). The "house" is the fundamental category to understand how evaluated families form groups, organize and reproduce themselves inside the movable territory. This territory overflows the borders of the peasant "houses", the new houses and the migrant lodging, making of the relationship between these distant but connected places.
Subject: Territorialidade humana
Migração
Camponeses - Brasil - Aspectos sociais
Antropologia - Brasil, Nordeste
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: NOGUEIRA, Verena Sevá. Sair pelo mundo = a conformação de uma territorialidade camponesa. 2010. 279 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/279994>. Acesso em: 16 ago. 2018.
Date Issue: 2010
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Nogueira_VerenaSeva_D.pdf6.38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.