Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/335871
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Terapia de indução da leucemia linfóide aguda : fatores de risco e incidência de infecções da corrente sanguínea
Title Alternative: Acute lymphoid leukemia induction therapy : risk factors and incidence of bloodstream infection
Author: Silva, Rosângela Aparecida Mendes, 1972-
Advisor: Levy, Carlos Emilio, 1949-
Abstract: Resumo: Introdução: O diagnóstico e tratamento precoce das leucemias são essenciais para o aumento da sobrevida e cura dos pacientes. O período de indução da remissão é a primeira fase do tratamento, período no qual a toxicidade é maior frente à falta de reserva medular. A neutropenia, efeitos tóxicos da quimioterapia, assim como a presença de dispositivos invasivos, como cateter venoso central e cateter vesical, podem ser fatores predisponentes para a infecção de corrente sanguínea. Objetivos: (1) avaliar a incidência de infecção de corrente sanguínea, (2) analisar a associação entre variáveis clínicas e presença de infecções, (3) determinar os fatores de risco para infecção de corrente sanguínea, no período de indução da remissão do tratamento e (4) identificar os microrganismos relacionados com essas infecções e o perfil de sensibilidade. Métodos: Estudo de coorte retrospectivo, com uma amostra de 259 crianças e adolescentes que realizaram tratamento oncológico para Leucemia Linfóide Aguda, no Centro Infantil Boldrini, no período de 07 de dezembro de 2009 a 30 de março de 2017, tratadas de acordo com o protocolo GBTLI LLA ¿ 2009. Variáveis analisadas: idade, gênero, presença de infecção de corrente sanguínea, microrganismos isolados, perfil de sensibilidade, infecção, uso de cateter venoso central e cateter vesical, neutropenia febril e óbito. Para todos os testes estatísticos foi adotado um erro alfa de 5%. Resultados: Dos 259 pacientes analisados, foram observadas infecções de corrente sanguínea laboratoriais em 50 (19,3%) pacientes, destes, 8 tiveram até 4 episódios distintos de positividade de hemocultura, com microrganismos diferentes e 3 tiveram hemocultura com crescimento misto, totalizando 64 microrganismos isolados, com incidência em 18,4% dos pacientes do sexo masculino, 20,7% no sexo feminino. As ICS clínicas foram observadas em 8 (3,9%) pacientes. Os microrganismos isolados nestas infecções foram: 39 bactérias Gram negativas, 21 bactérias Gram positivas e 4 fungos. Houve risco de infecção de corrente sanguínea estatisticamente significativo para as variáveis: Protocolo T derivada (p=0,020), manifestações orais (p=0,015), cateter venoso central (p=0,008) e cateter vesical (p=0,004). Conclusões: A infecção de corrente sanguínea é um evento frequente no paciente portador de LLA no período de indução da remissão. Os fatores de risco independentes para a ocorrência de infecção de corrente sanguínea foram o protocolo de tratamento, presença de manifestações orais, uso de cateter venoso central e cateter vesical. A identificação desses fatores pode permitir a elaboração e aprimoramento de estratégias para a intensificação dos cuidados de suporte, de prevenção e rápido tratamento das infecções

Abstract: Introduction: The early diagnosis and treatment of leukemias is essential to increase patient survival and cure. The induction period of remission is the first phase of treatment, period in which the toxicity is greater in the absence of spinal reserve. Neutropenia, toxic effects of chemotherapy such as presence of invasive devices such as central venous catheter and bladder catheter may be predisposing factors for bloodstream infection. Objectives: (1) to evaluate the incidence of bloodstream infection, (2) to analyze the association between clinical variables and the presence of infections, (3) to determine the risk factors for bloodstream infection in the induction period of treatment remission and (4) to identify the microorganisms associated with these infections and the sensitivity profile. Methods: a retrospective cohort study with a sample of 259 children and adolescents who underwent oncologic treatment for acute lymphoid leukemia at the Boldrini Children¿s Center from December 7, 2009 to March 30, 2017, treated according to the protocol GBTLI LLA -2009. Variables analyzed: age, sex, presence of bloodstream infection, isolated microorganisms, sensitivity profile, infection, use of invasive devices, febrile neutropenia and death. For all the statistical tests an alpha error of 5% was adopted. Results: Of the 259 patients, laboratory bloodstream infection were observed in 50 (19.3%) patients, 8 people up to 4 years of age with positive blood culture with different microorganisms and 3 had blood culture with growth, totaling 64 microorganisms, with incidence in 18.4% of male patients, 20.7% in female. As ICS, associations were observed in 8 (3.9%) patients. The consistent microorganisms were: 39 Gram negative bacteria, 21 Gram positive bacteria and 4 fungi. There was a statistically significant risk of bloodstream infection for the variables: Derived T protocol (p = 0.020), oral manifestations (p = 0.015), central venous catheter (p = 0.008) and bladder catheter (p = 0.004). Conclusions: Bloodstream infection is a frequent event in patients with ALL during the period of induction of remission. The independent risk factors for the occurrence of bloodstream infection were treatment protocol, presence of oral manifestations, use of central venous catheter and bladder catheter. The identification of these factors can allow the elaboration and improvement of strategies for the intensification of support care, prevention and rapid treatment of infections
Subject: Câncer em crianças
Infecção
Neoplasias - Tratamento
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SILVA, Rosângela Aparecida Mendes. Terapia de indução da leucemia linfóide aguda: fatores de risco e incidência de infecções da corrente sanguínea. 2019. 1 recurso online (103 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_RosangelaAparecidaMendes_M.pdf2.87 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.