Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/335812
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: A ajuda para qual desenvolvimento? : a ajuda oficial para o desenvolvimento a partir de quatro perspectivas teóricas
Title Alternative: Aid for which development? : official development assistance from four theoretical perspectives
Author: Catão, Larissa, 1993-
Advisor: Moraes, Reginaldo Carmello Corrêa de, 1950-
Abstract: Resumo: Esta dissertação tem como objetivo central a análise das perspectivas de desenvolvimento que fundamentam a prática da Ajuda da Externa, desde o pós-Segunda Guerra Mundial até a sua reafirmação política no novo milênio. A proposta foi demonstrar que a Ajuda não é um instrumento neutro e encontra-se atrelada a uma perspectiva de desenvolvimento. De um lado, foram analisadas as teorias que ocuparam lugar de domínio no debate, a Teoria da Modernização e o Neoliberalismo, que fundamentam a prática da Ajuda. De outro, analisamos perspectivas que são críticas à Ajuda, o Liberalismo Econômico e o Estruturalismo Desenvolvimentista. A identificação das abordagens, e da visão de cada uma delas sobre o fenômeno da ajuda, foi realizada por meio da revisão de autores seminais e da exploração de textos que tratam desse instrumento. O intuito era identificar as perspectivas hegemônicas do desenvolvimento no debate internacional pós-guerra e o atual; compreender qual modelo de desenvolvimento que fundamenta a Ajuda; avançar no debate teórico sobre esse instrumento e contribuir para a rediscussão dessa prática na agenda de desenvolvimento. O que identificamos é que a perspectiva que respalda a prática da Ajuda compreende o subdesenvolvimento como uma etapa anterior do desenvolvimento. Dessa forma, não questiona as implicações do modelo econômico e, portanto, não se atenta às causas estruturais do subdesenvolvimento, apenas aos seus sintomas mais extremos

Abstract: This dissertation has as its main purpose the analysis of the development perspectives that underlie the practice of Foreign Aid, from its beginning, in the postwar era, until its political reaffirmation in the new millennium. The proposal was to demonstrate that Foreign Aid is not a neutral instrument and is linked to a development perspective. On the one hand, we analyzed the theoris that are central do Aid discussion and are also the grounding for it, the Modernization Theory and Neoliberalism. On the other, we analyzed perspectives that are critical of Foreign Aid, Economic Liberalism, and Developmental Structuralism. The identification of the approaches, and the view of each of them on the phenomenon of Aid, was performed by reviewing seminal authors and exploring texts dealing with this instrument. The aim was to identify the hegemonic perspectives of development in the postwar international debate and the current one; to understand which development model is the basis of Foreign Aid; to advance in the theoretical debate on this instrument and contribute to the rediscussion of this practice in the development agenda. What we have identified is that the perspective that supports Aid practice understands underdevelopment as an earlier stage of development. Thus it does not question the implications of the economic model and, therefore, does not address the structural causes of underdevelopment, only its most extreme symptoms
Subject: Desenvolvimento econômico
Assistencia econômica
Neoliberalismo
Estruturalismo
Modernização
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CATÃO, Larissa. A ajuda para qual desenvolvimento?: a ajuda oficial para o desenvolvimento a partir de quatro perspectivas teóricas. 2019. 1 recurso online (132 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Catao_LarissaFernandes_M.pdf1.75 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.