Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/335563
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Modificações das características funcionais e fenotípicas da lipoproteína de alta densidade (HDL) na fase aguda do infarto do miocárdio   : Functional and phenotypic characteristics modifications in high-density lipoprotein (HDL) during acute phase of myocardial infarction  
Title Alternative: Functional and phenotypic characteristics modifications in high-density lipoprotein (HDL) during acute phase of myocardial infarction  
Author: Soares, Alexandre Anderson de Sousa Munhoz, 1988-
Advisor: Sposito, Andrei Carvalho, 1967-
Abstract: Resumo: INTRODUÇÃO: Apesar dos avanços terapêuticos, o infarto do miocárdio (IM) ainda é uma das maiores causas de mortalidade global. A injúria miocárdica após reperfusão é responsável por aproximadamente 50% da massa infartada. A lipoproteína de alta densidade (HDL) é candidata potencial para atenuar lesão de isquemia/reperfusão (I/R) por meio de diversas vias de sinalização. Entretanto, durante o IM, a captura de moléculas oxidadas e pró-inflamatórias gera mudanças fenotípicas e funcionais profundas na HDL. Múltiplos aspectos e implicações da relação recíproca entre HDL e IM necessitam de investigação. O primeiro capítulo da Tese objetivou investigar se na fase agudo do IM, a transferência de lípides para HDL de outras lipoproteínas e células é alterada. No segundo, a presença de interação entre HDL-C e massa infartada no IM com supradesnivelamento do segmento-ST (IMCSST), além da necessidade de reperfusão coronária para essa interação, foram investigas. Depois, verificou-se se o efeito cardioprotetor é diferente entre HDL de paciente infartados e voluntários saudáveis. MÉTODOS: Primeiro, as seguintes medidas relacionadas à HDL foram determinadas na admissão (D1) e no quinto dia (D5) em 41 pacientes pós-IMCSST: proteína C-reativa (PCR), atividade de CETP e PLTP, composição da HDL, efluxo de colesterol de macrófagos J774, e transferência de colesterol livre e esterificado, triglicérides e fosfolípides de nanoemulsão doadora para HDL. No segundo capítulo, HDL-C foi medido no D1 e a massa infartada foi quantificada por ressonância magnética cardíaca (n=94) e pelo pico de CKMB (n=393). Em modelo de coração de rato ex-vivo, comparou-se área infartada e a dP/dt máxima após reperfusão coronária com HDL de pacientes infartados e voluntários saudáveis. RESULTADOS: Do D1 para o D5, a atividade de CETP diminuiu em 25%, mas a atividade de PLTP não mudou. O conteúdo de colesterol éster (-23%) e fosfolípides (-9,5%) na HDL reduziu. A transferência de triglicérides (-36,5%) e colesterol éster (-14,7%) para HDL das nanoemulsões diminuiu, assim como o efluxo celular de colesterol (-8,5%) (p=0,04). A redução do efluxo foi mais pronunciada nos pacientes acima do p75 de PCR. Em geral, HDL-C acima da mediana (35 mg/dL) se associou com maiores níveis de CKMB [255(145-415) vs. 136(84-287)UI/L; p=0,02], maior massa infartada [17(9-21) vs. 10(6-14)g; p<0,01] e menor fração de ejeção [51(43-59)vs. 47(34-53);p=0,02] do que sua contraparte. Em restricted cubic spline e regressão linear multivariada, o HDL-C foi diretamente associado com o pico de CKMB (p<0,01) e massa infartada (p<0,01) apenas nos pacientes reperfundidos até 4 horas. Reperfusão com HDL saudável, mas não HDL de pacientes infartados, reduziu a massa infartada (p<0,01) e aumentou dP/dt máxima (p=0,02) em modelo animal. CONCLUSÕES: Após IM, uma redução simultânea da transferência de lípides e da capacidade da HDL em promover efluxo de colesterol de células ocorre. Nos pacientes infartados submetidos a reperfusão coronária precoce, níveis de HDL-C na admissão estão diretamente associados com tamanho do IM. Contrariamente à HDL saudável, a reperfusão com HDL de pacientes infartados não reduz área de IM em modelo animal ex-vivo. O sistema HDL gerado após IM é disfuncional impedindo suas potenciais ações benéficas na reperfusão

Abstract: INTRODUÇÃO: Apesar dos avanços terapêuticos, o infarto do miocárdio (IM) ainda é uma das maiores causas de mortalidade global. A injúria miocárdica após reperfusão é responsável por aproximadamente 50% da massa infartada. A lipoproteína de alta densidade (HDL) é candidata potencial para atenuar lesão de isquemia/reperfusão (I/R) por meio de diversas vias de sinalização. Entretanto, durante o IM, a captura de moléculas oxidadas e pró-inflamatórias gera mudanças fenotípicas e funcionais profundas na HDL. Múltiplos aspectos e implicações da relação recíproca entre HDL e IM necessitam de investigação. O primeiro capítulo da Tese objetivou investigar se na fase agudo do IM, a transferência de lípides para HDL de outras lipoproteínas e células é alterada. No segundo, a presença de interação entre HDL-C e massa infartada no IM com supradesnivelamento do segmento-ST (IMCSST), além da necessidade de reperfusão coronária para essa interação, foram investigas. Depois, verificou-se se o efeito cardioprotetor é diferente entre HDL de paciente infartados e voluntários saudáveis. MÉTODOS: Primeiro, as seguintes medidas relacionadas à HDL foram determinadas na admissão (D1) e no quinto dia (D5) em 41 pacientes pós-IMCSST: proteína C-reativa (PCR), atividade de CETP e PLTP, composição da HDL, efluxo de colesterol de macrófagos J774, e transferência de colesterol livre e esterificado, triglicérides e fosfolípides de nanoemulsão doadora para HDL. No segundo capítulo, HDL-C foi medido no D1 e a massa infartada foi quantificada por ressonância magnética cardíaca (n=94) e pelo pico de CKMB (n=393). Em modelo de coração de rato ex-vivo, comparou-se área infartada e a dP/dt máxima após reperfusão coronária com HDL de pacientes infartados e voluntários saudáveis. RESULTADOS: Do D1 para o D5, a atividade de CETP diminuiu em 25%, mas a atividade de PLTP não mudou. O conteúdo de colesterol éster (-23%) e fosfolípides (-9,5%) na HDL reduziu. A transferência de triglicérides (-36,5%) e colesterol éster (-14,7%) para HDL das nanoemulsões diminuiu, assim como o efluxo celular de colesterol (-8,5%) (p=0,04). A redução do efluxo foi mais pronunciada nos pacientes acima do p75 de PCR. Em geral, HDL-C acima da mediana (35 mg/dL) se associou com maiores níveis de CKMB [255(145-415) vs. 136(84-287)UI/L; p=0,02], maior massa infartada [17(9-21) vs. 10(6-14)g; p<0,01] e menor fração de ejeção [51(43-59)vs. 47(34-53);p=0,02] do que sua contraparte. Em restricted cubic spline e regressão linear multivariada, o HDL-C foi diretamente associado com o pico de CKMB (p<0,01) e massa infartada (p<0,01) apenas nos pacientes reperfundidos até 4 horas. Reperfusão com HDL saudável, mas não HDL de pacientes infartados, reduziu a massa infartada (p<0,01) e aumentou dP/dt máxima (p=0,02) em modelo animal. CONCLUSÕES: Após IM, uma redução simultânea da transferência de lípides e da capacidade da HDL em promover efluxo de colesterol de células ocorre. Nos pacientes infartados submetidos a reperfusão coronária precoce, níveis de HDL-C na admissão estão diretamente associados com tamanho do IM. Contrariamente à HDL saudável, a reperfusão com HDL de pacientes infartados não reduz área de IM em modelo animal ex-vivo. O sistema HDL gerado após IM é disfuncional impedindo suas potenciais ações benéficas na reperfusão
Subject: Infarto do miocárdio
Lipoproteinas HDL
Lipídeos - Metabolismo
Reação de fase aguda
Traumatismo por reperfusão
Imagem por ressonância magnética
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Citation: SOARES, Alexandre Anderson de Sousa Munhoz. Modificações das características funcionais e fenotípicas da lipoproteína de alta densidade (HDL) na fase aguda do infarto do miocárdio  : Functional and phenotypic characteristics modifications in high-density lipoprotein (HDL) during acute phase of myocardial infarction  . 2018. 1 recurso online (85 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Soares_AlexandreAndersonSousaMunhoz_D.pdf2.66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.