Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/335044
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Estradas dentro de florestas afetam as comunidades de borboletas frugívoras?
Title Alternative: Do forest trails affect fruit-feeding butterfly communities?
Author: Gueratto, Patrícia Eyng, 1993-
Advisor: Freitas, André Victor Lucci, 1971-
Abstract: Resumo: Entender como as comunidades biológicas são estruturadas é importante para compreender a diversidade biológica e essencial em estratégias de conservação. Borboletas frugívoras são excelentes organismos modelos para estudar estrutura de comunidades, além de servirem como bioindicadores, uma vez que respondem a alterações ambientais através de mudanças nos padrões de abundância, riqueza e composição de espécies. As comunidades de borboletas frugívoras tropicais são estruturadas verticalmente, havendo diferenças entre as comunidades de dossel e de sub-bosque. No entanto, é relatado que algumas espécies de dossel são encontradas voando perto do chão em clareiras e bordas de floresta, indicando que as espécies podem alterar seu comportamento em áreas abertas. Baseando-se nisso, a proposta deste trabalho é investigar se as estradas de 5-6 metros de largura dentro de áreas contínuas de floresta tropical implicam em mudanças na estrutura e composição de comunidades de borboletas frugívoras e no comportamento de espécies de dossel. Amostragens mensais foram feitas em 15 meses em quatro unidades amostrais, utilizando 20 armadilhas distribuídas entre dossel e sub-bosque em cada unidade (10 armadilhas foram colocadas em um transecto no interior da floresta e 10 em um transecto paralelo na borda com a estrada). Nossos resultados mostraram algumas mudanças relativas à abundância nas áreas de borda, especialmente em relação ao sub-bosque, o que pode ser explicado pela associação de algumas espécies às áreas de borda ou por alterações na estratificação vertical. Essas alterações foram encontradas também no nível de subfamília ou tribo: Charaxinae e Biblidinae apareceram com maior frequência nas áreas de borda com a estrada, enquanto Satyrini, mais abundante no dossel no interior da floresta, não apresentou diferenças entre os estratos verticais na borda. Esses resultados podem estar relacionados com a presença da planta hospedeira desses grupos nas áreas de borda, sendo que para Satyrini, a planta hospedeira é frequentemente encontrada em estratos mais baixos em ambientes abertos

Abstract: Understand how biological communities are structured is critical to access biological diversity and essential in conservation strategies. Fruit-feeding butterflies are excellent model organisms to study community structuring, besides serving as bioindicators as they respond to environmental changes through changes in patterns of abundance, richness, and species composition. Fruit-feeding butterfly assemblages are vertically structured in tropical forests with species composition differing between canopy and understory. Nevertheless, it is reported that some typical canopy species are found flying near the ground in clearings and forest edges, indicating that they can change the behavior in open areas. Based on this, our proposition was to investigate if trails of 5-6 meters wide crossing a continuous tropical forest would imply in changes in the structure and composition of fruit-feeding butterfly assemblages, and on the behavior of canopy species. Monthly samplings were performed in 15 months in four areas, using 20 bait traps alternately arranged in canopy and understory in each area (10 bait traps placed on a transect inside the forest (hereafter interior) and 10 on a parallel transect in the forest edge). Our results showed some changes related to the abundance in the edge areas, especially in understory, which can be explained by the association of some species with these areas or by alterations at the vertical stratification. These changes were also found at subfamily or tribe level: Charaxinae and Biblidinae appeared more frequently in the edge, while Satyrini, more abundant in the canopy within the forest, did not present differences between the vertical strata at the border. These effects may be explained by the greater number of Charaxinae, Biblidinae and Satyrini host plants at forest edges, being that Satyrini host plants are present in the lower strata. Therefore, foraging behavior of some groups may be altered by trails crossing forests
Subject: Ecologia de comunidades
Mata Atlântica - Conservação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: GUERATTO, Patrícia Eyng. Estradas dentro de florestas afetam as comunidades de borboletas frugívoras?. 2018. 1 recurso online (45 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gueratto_PatriciaEyng_M.pdf1.58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.