Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/334016
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: O impasse em O Inominável e os limites do romance
Title Alternative: The deadlock of The Unnamable and the limits of the novel
Author: Salmistraro, Renan, 1986-
Advisor: Durão, Fábio Akcelrud, 1969-
Abstract: Resumo: O chamado "impasse" em O Inominável remete a um momento de perturbação da trajetória literária de Samuel Beckett. As cartas e confissões do autor demonstram que após esse livro ele se viu na mesma encruzilhada de seu narrador, sem saber como continuar, devendo ainda continuar. Não por acaso este trabalho é seu último texto em prosa mais longo. Em vez de analisar esse episódio por um viés biográfico, o desenvolvimento dessa tese permite pensar esse impasse como um impedimento do próprio romance na sociedade do pós-guerra. Nesse sentido, suas questões iniciais ¿ onde agora? quando agora? quem agora? ¿ expõem a necessidade de pensar novas estruturas da prosa romanesca, que sejam capazes de representar a nova ordem do capitalismo administrado. Ao mesmo tempo em que o impasse aponta para os limites do romance, especificamente redefinindo sua relação com o realismo formal, ele também projeta uma nova potencialidade do gênero, resgatando seu desenvolvimento histórico marginal. A condição de O Inominável é assim ambivalente: é um romance do pós-guerra, mas também um romance verdadeiro ou um romance verdadeiro por se configurar como um romance do pós-guerra

Abstract: The so-called "impasse" in The Unnamable refers to a moment of disturbance in Samuel Beckett's literary trajectory. The letters and confessions of the author demonstrate that after this book he found himself at the same crossroads of his narrator ¿ "I can¿t go on, I¿ll go on". Not by chance this work is his last text in longer prose. Instead of analyzing this episode for a biographical bias, the development of this thesis allows us to think of this impasse as an impediment to the novel itself in postwar society. In that sense, your initial questions ¿ where now? when now? who now? ¿ expose the need to think of new structures of the novel, which are capable of representing the new order of capitalism. While the impasse points to the limits of the novel, specifically redefining its relation to formal realism, it also projects a new potentiality of the genre, rescuing its marginal historical development. The condition of The Unnamable is thus ambivalent: it is a postwar novel, but it is also a true novel or a true novel for setting itself up as a postwar novel
Subject: Beckett, Samuel, 1906-1989
Guerra e literatura
Ficção - História e crítica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SALMISTRARO, Renan. O impasse em O Inominável e os limites do romance. 2019. 1 recurso online (198 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Salmistraro_Renan_D.pdf1.29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.