Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/332696
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Infecção por Pseudomonas aeruginosa nas vias aéreas da fibrose cística : detecção precoce e funcionalidade da resposta imune humoral específica=Pseudomonas aeruginosa infection in the cystic fibrosis airways: early detection and functionality of the specific humoral immune response
Title Alternative: Pseudomonas aeruginosa infection in the cystic fibrosis airways : early detection and functionality of the specific humoral immune response
Author: Mauch, Renan Marrichi, 1988-
Advisor: Levy, Carlos Emilio, 1949-
Abstract: Resumo: A Fibrose Cística (FC) é uma alteração genética que resulta em ausência ou mau funcionamento da proteína CFTR (Cystic Fibrosis Transmembrane Conductance Regulator), principal responsável pela regulação do transporte de cloreto e bicarbonato nas células epiteliais. O desbalanço iônico resultante compromete o funcionamento de diversos órgãos, principalmente devido à viscosidade aumentada de suas secreções. A manifestação preponderante é a doença pulmonar, onde o acúmulo de muco nas vias aéreas compromete o clearance mucociliar e leva a colonizações bacterianas seguidas de infecções e resposta inflamatória intensa. A infecção por Pseudomonas aeruginosa é a principal causa de morbidade e mortalidade, devido aos mecanismos de adaptação dessa bactéria às condições de stress dos pulmões na FC, incluindo formação de biofilme, levando a uma infecção persistente, apesar da resposta da resposta imune humoral específica intensa. Assim, a detecção precoce da infecção é essencial, bem como entender as possíveis falhas na formação da imunidade humoral específica. Aqui, buscamos avaliar a utilidade diagnóstica de um teste de ELISA para dosagem de IgA secretora (sIgA) específica para P. aeruginosa em saliva, para detecção da infecção pulmonar crônica. A sIgA em saliva é um potencial marcador de colonização do trato respiratório superior, a qual pode anteceder a infecção pulmonar. Também analisamos a maturação da avidez da resposta de IgG sérica contra um pool de antígenos (St-Ag) e contra o alginato, principal componente do biofilme da P. aeruginosa. Encontramos concentrações aumentadas (> 47.2 U/mL) de sIgA em 87% dos pacientes com infecção pulmonar crônica - mediana = 181.5 U/mL (significativamente maior em relação a pacientes sem infecção crônica) - e um valor preditivo negativo de 92% para descartar a presença da infecção crônica. Em análise longitudinal de três anos, um resultado mediano positivo no primeiro ano de acompanhamento implicou em risco até 12.5 vezes maior de exposição à P. aeruginosa nos dois anos seguintes. Assim, padronizamos um teste com potencial para detecção precoce e identificação de pacientes em risco de desenvolvimento da infecção pulmonar por P. aeruginosa. Apesar do aumento significativo na avidez de IgG contra o St-Ag no estabelecimento da infecção pulmonar crônica, a avidez contra o alginato não aumentou significativamente com a avanço da infecção, mesmo com exposição repetida dos pacientes a esse antígeno. Isso é, possivelmente, uma explicação para a persistência da infecção nos pulmões. Porém, tal assunto deve ser melhor explorado, bem como o cenário envolvendo a produção, proliferação e diferenciação de células B, e a qualidade da resposta imune humoral na FC, de um modo geral

Abstract: Cystic fibrosis (CF) is a genetic condition resulting in absence or misfunction of the Cystic Fibrosis Transmembrane Conductance Regulator (CFTR) protein, the main regulator of chloride and bicarbonate transport in the epithelial cells. The resulting ionic unbalance will impair the function of several organs, mainly due to increased viscosity of the mucus lining the epithelia. Pulmonary disease is the preponderant manifestation, where mucus buildup in the airways leads to impairment in the mucociliary clearance followed by bacterial colonization/infection and intense inflammatory response. Pseudomonas aeruginosa infection is the main morbidity and mortality cause in CF, due to the mechanisms this bacterium uses to adapt to stress conditions in the CF lungs, including biofilm formation, causing persistent infection despite the intense specific humoral immune response. Thus, early detection of P. aeruginosa infection is essential, as well as the better understanding of possible flaws in the specific humoral immune response. Here, we assessed the diagnostic usefulness of an ELISA test for measuring the concentration of specific P. aeruginosa secretory IgA (sIgA) in saliva for detection of chronic lung infection. SIgA in saliva is a potential marker of upper airway colonization, which can precede lung infection. Also, we analyzed the maturation of serum IgG avidity against a pooled P. aeruginosa antigen (St-Ag) and against P. aeruginosa alginate, the major biofilm component. We found positive sIgA concentrations (>47.2 U/mL) in 87% of the patients with P. aeruginosa chronic lung infection, whose median sIgA concentration (181.5 U/mL) was significantly higher when compared to intermittently colonized and non-infected patients. The test also showed a negative predictive value of 92% to rule out chronic infection, and, in a three-year longitudinal study, a positive median sIgA result in the first year of follow-up implied up to 12.5-fold increased risk of exposure to P. aeruginosa in the lower airways in the two subsequent years. Thereby, we have standardized a potential test for early detection and for identification of patients at risk of developing P. aeruginosa lung infection. Despite significant increase in the IgG avidity to the St-Ag upon onset of chronic lung infection, IgG avidity to alginate did not significantly enhanced as chronic infection progressed, even with the repeated exposure to the antigen. This is a possible explanation for the persistent lung biofilm infection with P. aeruginosa. However, such issue must be better explored, as well as the background comprising B cell production, stimulation and differentiation and the quality of the humoral immune response in CF, in general
Subject: Pseudomonas aeruginosa
Fibrose cística
Imunidade humoral
Imunoglobulina A secretora
Diagnóstico precoce
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Citation: MAUCH, Renan Marrichi. Infecção por Pseudomonas aeruginosa nas vias aéreas da fibrose cística: detecção precoce e funcionalidade da resposta imune humoral específica=Pseudomonas aeruginosa infection in the cystic fibrosis airways: early detection and functionality of the specific humoral immune response. 2018. 1 recurso online (141 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/332696>. Acesso em: 5 nov. 2018.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Mauch_RenanMarrichi_D.pdf4.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.