Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/332053
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Ensino da meiose : o que o aluno dos cursos de ciências agrárias, ciências biológicas e ciências da saúde aprendem e o que deveriam aprender = Teaching meiosis: what the agricultural, biological and health sciences' students learn and what they should learn
Title Alternative: Teaching meiosis : what the agricultural, biological and health sciences' students learn and what they should learn
Author: Santiago, Sonia Aparecida, 1977-
Advisor: Carvalho, Hernandes Faustino de, 1965-
Abstract: Resumo: Estratégias de ensino-aprendizagem (E-A) surgem da observação cuidadosa do ato de ensinar, podendo se ajustar ao longo do tempo. A busca por melhorias na qualidade do ensino, com utilização de ferramentas didáticas diversas, é um desafio constante, principalmente em face das mudanças dos perfis dos alunos, resultantes, por sua vez, da tecnologia a que estão expostos. Comparando esse cenário atual com o sistema clássico baseado somente em sala aula, que sempre se mostrou seguro, e no decorrer da história se fez eficiente a um grande conjunto de disciplinas, garantindo sua manutenção por décadas, mas para o público atual esse sistema tem parece cada vez mais obsoleto. Para analisar o processo de ensino-aprendizagem de um tema especifico, esse trabalho explora o universo do ensino da meiose, por ser um assunto extremamente relevante em termos de processos celulares que conecta várias disciplinas, e de grande complexidade, bem como base para a compreensão de vários conceitos e fenômenos dentro das ciências biológicas e da saúde. A proposta deste trabalho foi mapear os perfis dos alunos no nível superior, isso é, identificar a quantidade e a qualidade de entendimento eles chegam e qual o ganho depois das aulas na IES, para isso se buscou identificar elementos da sua matriz conceitual antes e depois da aula de meiose, procurando identificar questões e fundamentar a adoção de medidas necessárias, inclusive desenvolvendo ferramentas, para aprimorar o aprendizado. Neste sentido, foram utilizados dois instrumentos de avaliação (IA) que consistiram de questionários curtos, mas focados não somente na fixação do conteúdo, mas também sobre a percepção geral dos alunos sobre o tema e sobre a sua relação com outras matérias, tais questionários foram desenvolvidos especificamente para essa pesquisa usando como a estratégia de perguntas abertas e fechadas, para mensurar o conhecimento do aluno, mas também sua opinião em relação ao ensino e as formas de ensinar. A aplicação deve como público definido os alunos de quatro cursos de Graduação (Medicina Veterinária, Ciências Biológicas, Enfermagem e Medicina). Os dados obtidos foram analisados de forma quantitativa e qualitativas. E os resultados revelam diferenças de conhecimento da meiose marcantes entre os diferentes cursos, o que leva ao um direcionamento relevante a serem considerado na elaboração das aulas e desenvolvimento do conteúdo específico da meiose. Um aspecto de destaque nesta análise se refere a quantificação da variabilidade gênica introduzida pela permuta e pela segregação independente dos cromossomos, não compreendida pela grande maioria dos alunos dos diferentes cursos e assumida como infinita por alguns, e a forma distinta com que se autoavaliam com respeito ao seu alegado conhecimento sobre a meiose. Após a análise e mapeamento dos instrumentos avaliativos, foi possível estudar uma forma de auxiliar o aprimoramento do ensino da meiose, sabendo, portanto, onde os maiores déficits acontecem na construção do conhecimento da meiose para os alunos. Esse auxilio seria através da criação de um modelo plástico (ferramenta de ensino) que poderá ser utilizado para simular a replicação do DNA e o comportamento dos cromossomos durante a permuta (ou crossing over)

Abstract: Teaching-learning strategies result from the previous observations and adjustments of experiences. Improvements in quality of teaching, using diverse didactic tools are challenging, particularly due to the continuous changes in the students profiles, which in turn are results of their exposure to new technologies. Though the classic lecture-based teaching format is safe and has served a number of courses and disciplines for decades, it seems obsolete. This study approaches the teaching-learning of meiosis, which is essential for the understanding of several concepts and phenomena within the biomedical sciences. The aim was to map the student's conceptual matrices before and after they have the class about meiosis during their undergraduate course, seeking for learning deficits that could instrument actions and the development of didactic tools to improve the understanding of this complex subject. Two short evaluation questionnaires were used. Each focused on both the fixation of concepts and on the overall self-perception of the students regarding the theme and its connections to other courses and disciplines. Veterinary, Biology, Nursery and Medical School students took part in the investigation. Quantitative analyses were used whenever possible. The results reveal marked differences among the students in each course. They confirm previous knowledge on student's performance in different courses and point to issues that might be considered on the preparation of classes and definition of meiosis specific contents. As an example, one refers to the gene variability introduced by both the crossing over and the independent segregation of the homologous chromosomes, which are poorly understood, by most, and assumed as infinite, for some of the students in the different courses. The results obtained in the self-evaluation tests also revel features of the students' self-perception with respect to their alleged knowledge about meiosis. After analyzing and mapping the evaluation instruments, it was possible to study a way to help improve the teaching of meiosis, knowing, therefore, where the greatest deficits happen in the construction of meiosis knowledge for students. This aid for the teaching of meiosis would be through the creation of a plastic model (teaching tool) that could be used to simulate DNA replication and chromosome behavior during crossing over
Subject: Meiose
Ensino-aprendizagem
Mapeamento conceitual
Ferramentas de ensino
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SANTIAGO, Sonia Aparecida. Ensino da meiose: o que o aluno dos cursos de ciências agrárias, ciências biológicas e ciências da saúde aprendem e o que deveriam aprender = Teaching meiosis: what the agricultural, biological and health sciences' students learn and what they should learn. 2018. 1 recurso online (100 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santiago_SoniaAparecida_M.pdf2.94 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.