Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331397
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Avaliação da união resina-dentina utilizando diferentes abordagens de condicionamento dentinário
Title Alternative: Dentin-resin bond evaluation using different dentin conditioning approaches
Author: Sebold, Maicon, 1992-
Advisor: Giannini, Marcelo, 1969-
Abstract: Resumo: Este estudo avaliou os efeitos de diferentes condicionadores dentinários (ácido fosfórico 37%; solução 10:3; oxalato férrico e ácido nítrico) na resistência de união por microtração de dois adesivos, na resistência à flexão e módulo de elasticidade da dentina e na morfologia da área de união resina-dentina. Dois adesivos foram testados: XP Bond (Dentsply) e One-Step (Bisco). Os agentes de união foram aplicados sobre dentina umedecida (controle positivo) e seca (controle negativo) após condicionamento com ácido fosfórico. Os grupos experimentais consistiram na aplicação dos adesivos sobre superfície seca após condicionamento dentinário com solução 10:3, oxalato férrico 6,8% ou ácido nítrico 1,4%. Oitenta terceiros molares humanos foram divididos em 10 grupos para o teste de microtração (n=8). Para o teste de resistência à flexão e módulo de elasticidade, foram utilizados 25 incisivos bovinos, dos quais foram obtidas barras de dentina com dimensões de 0,5 mm x 1,7 mm x 7 mm. A área de união foi analisada sob microscópio confocal de varredura a laser, preparando-se 30 dentes para os mesmos grupos do teste de resistência de união (n=3). Os dados de resistência de união foram analisados por ANOVA dois fatores (tratamento dentinário e tipo de adesivo), enquanto que os resultados do teste de flexão foram analisados por ANOVA um fator (tratamento dentinário). Ambos os ensaios foram submetidos ao Teste de Tukey. As estruturas observadas na avaliação microscópica foram descritas e comparadas entre os grupos. A aplicação de XP Bond após tratamento dentinário com solução 10:3 apresentou resistência de união menor que o grupo controle positivo e nenhuma diferença estatística em relação ao grupo controle negativo do mesmo adesivo. A solução 10:3 associada com One-Step resultou em resistência de união semelhante ao controle positivo e maior que o controle negativo do mesmo adesivo. O condicionamento com ácido nítrico, acompanhado pela aplicação de XP Bond produziu resistência de união menor que ambos os grupos controle deste adesivo. Os valores de resistência de união encontrados para a associação entre ácido nítrico e One-Step foram maiores que o controle negativo e similares ao controle positivo do One-Step. Formação de camada híbrida e tags resinosos ocorreu em todos os dentes tratados com solução 10:3 ou ácido nítrico. O oxalato férrico não foi capaz de promover hibridização, resultando na menor resistência de união para o adesivo XP Bond. A resistência de união obtida pelo uso de One-Step em dentina tratada com oxalato férrico não apresentou diferença comparado com o controle negativo do One-Step. O módulo de elasticidade da dentina não foi afetado por nenhum dos agentes utilizados. Redução na resistência à flexão da dentina foi observada somente para o oxalato férrico. Conclui-se que: para o adesivo One-Step, união resina-dentina similar ao grupo no qual o sistema de união foi aplicado sobre dentina umedecida previamente condicionada com ácido fosfórico pode ser obtida pelo uso da solução 10:3 ou do ácido nítrico; os condicionadores dentinários testados não foram capazes de afetar a rigidez da dentina; a resistência à flexão da dentina foi prejudicada pelo tratamento da superfície com oxalato férrico

Abstract: This study evaluated the effects of different dentin conditioners (37% phosphoric acid; 10-3 solution; ferric oxalate, and nitric acid) on the microtensile bond strength of two adhesive systems, flexural strength and elastic modulus of dentin and the morphology of the resin-dentin interface. Two bonding systems were tested: XP Bond (Dentsply) and One-Step (Bisco). The adhesives were applied on wet (positive control group) and dry (negative control group) dentin after phosphoric acid-etching. The experimental groups consisted in the application of adhesives on dry surfaces after dentin conditioning with 10-3 solution, 6.8% ferric oxalate or 1.4% nitric acid. Eighty human third molars were divided into 10 experimental groups for the bond strength test (n=8). The flexural strength and elastic modulus test required the use of 25 bovine incisors, which were reduced to dentin bars with dimensions of 0.5 mm x 1.7 mm x 7 mm. Adhesive interface analysis was performed under laser scanning confocal microscopy by preparing 30 teeth for the same groups from the bond strength test (n=3). Bond strength data were analyzed by two-way ANOVA (dentin treatment and type of adhesive), whereas results from the flexural strength test were analyzed by one-way ANOVA (dentin treatment). Both strength assays were subjected to the Tukey test. The structures observed in the microscopic evaluation were described and compared amongst groups. Application of XP Bond after dentin treatment with 10-3 solution showed lower bond strength than the positive control group and no statistical difference was detected compared to the negative control group within the same adhesive. Ten-three solution associated with One-Step resulted in bond strength statistically similar to the positive control group and higher than the negative control group of the same bonding system. Nitric acid-conditioning followed by the application of XP Bond produced lower bond strength in comparison to both control groups of XP Bond. Bond strength values found for the association between nitric acid and One-Step were higher than the negative control group and statistically similar to the positive control group of One-Step. Hybrid layer and resin tags formation occurred in all teeth treated with 10-3 solution or nitric acid. Ferric oxalate was not capable to promote hybridization and resulted in the lowest bond strength for XP Bond. Bond strength obtained by the use of One-Step on ferric oxalate-treated dentin presented no statistical differences compared to the negative control group. Dentin elastic modulus was not affected by any of the conditioning agents used. A reduction in dentin flexural strength was observed only for the ferric oxalate group. In conclusion: for the adhesive One-Step, resin-dentin bonds similar to the group where the bonding agent was applied on wet, phosphoric acid-etched dentin can be achieved by the use of 10-3 solution or nitric acid; the conditioning agents tested were not able to affect dentin stiffness; flexural strength was jeopardized by surface treatment with ferric oxalate
Subject: Dentina
Compostos de ferro
Acido nitrico
Ataque ácido dentário
Resistência à tração
Fenômenos mecânicos
Microscopia confocal
Editor: [s.n.]
Citation: SEBOLD, Maicon. Avaliação da união resina-dentina utilizando diferentes abordagens de condicionamento dentinário. 2017. 1 recurso online (94 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331397>. Acesso em: 1 set. 2018.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sebold_Maicon_M.pdf2.66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.