Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331068
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Modelo BIM para gestão de ativos
Title Alternative: BIM model for asset management
Author: Mota, Paula Pontes, 1987-
Advisor: Ruschel, Regina Coeli, 1958-
Abstract: Resumo: A implantação da Modelagem da Informação da Construção (BIM), considerando a área acadêmica e prática da indústria da construção civil, encontra-se em evolução, principalmente na fase de operação e manutenção do ciclo de vida da edificação. Para dar continuidade a essa evolução, o uso do modelo BIM em gerenciamento de facilities requer a compreensão sobre propriedades, informações e geometria dos objetos, visando a entrega após a fase de construção. Desta forma, o objetivo desta pesquisa é identificar as transformações necessárias no modelo BIM para uso em gestão de ativos, em relação à evolução de suas propriedades e informações ao longo das etapas de concepção, desenvolvimento e construção. O método utilizado nesta pesquisa foi formado pela composição de Pesquisa Bibliográfica e Método Estruturalista. A Pesquisa Bibliográfica envolveu os temas BIM e gerenciamento de facilities, a fim de situar esta pesquisa a nível acadêmico. O Método Estruturalista identificou a gestão de ativos como sendo o tipo de gerenciamento de facilities em destaque, tanto no âmbito acadêmico quanto prático. A partir dessa identificação, houve a caracterização do Modelo Representativo no qual foi possível associar os registros necessários para a gestão de ativos aos conjuntos de propriedades ¿ identificação, zoneamento, tipo, fabricação, especificação e operação ¿ e as classificações das informações dos objetos ¿ fase do ciclo de vida, agente responsável e características inerentes ao objeto ou ao processo. Esse Modelo Representativo foi aplicado à um modelo BIM existente, no qual foi possível a análise dos objetos de ativos, em termos de propriedades (registros) preenchidas, não preenchidas e inexistentes. Por fim, foi realizado o reconhecimento do tipo de transformação e esforços que o modelo BIM estudado deverá obter para ser utilizado em gestão de ativos. Ademais, essa transformação foi examinada a partir de dois cenários: o real e o representativo. Como resultados, houve: (i) a identificação das fases de concepção e construção, quando analisadas em conjunto, como as fases que mais demandam inserção de informações; entretanto, da mesma forma, a fase de operação, quando analisada isoladamente das demais, demanda maior inserção de informações no modelo, incluindo propriedades de especificação e operação; (ii) a identificação dos proprietários e gestores como os agentes com maior responsabilidade de fornecer as informações e cumprir atribuições; (iii) a identificação dos esforços de criação de novas propriedades e inserção de informações ao longo do ciclo de vida; (iv) a formatação de dois cenários representativos visando a criação de propriedades nos objetos do modelo BIM ao longo do ciclo de vida da edificação. A partir da análise explicitada, a presente pesquisa contribuiu para com a viabilização e a integração do modelo BIM com sistemas de gerenciamento de facilities; com a explicitação de um Modelo Representativo BIM para a gestão de ativos a partir da identificação das informações necessárias; e com a compreensão dos tipos de esforços necessários (envolvendo informações, fase do ciclo de vida da edificação e agentes responsáveis) para que o modelo BIM seja utilizado para a gestão de ativos

Abstract: The implementation of Building Information Modeling (BIM) is evolving in both academic and practical areas of the construction industry, mainly in operation and maintenance phase of the building lifecycle. The use of BIM for facilities management requires the understanding of the properties, information and geometry of the objects modelled. Thus, the objective of this research is to identify the necessary transformations in the BIM model for its use in asset management regarding the evolution of its properties and information through the project concept, design development and construction stages. The method used in this research is composed of Literature Review and Structuralist Method. The Literature Review considered BIM and facilities management themes. Among the several areas of facility management, the structuralist method identified asset management as a trend in both academic research and industry practice. Based on this identification, the Representative Model was developed in which it is possible to associate the necessary records for the asset management to the sets of properties - identification, zoning, type, manufacture, specification and operation - and the information classifications of the objects ¿ phase of the life cycle, responsible agent and inherent characteristics of the object or process. This Representative Model was applied to an existing BIM model, in which it was possible to analyse the asset objects regarding proprieties (records) filled, unfilled and non-existent. Finally, it was recognised the type of transformation and efforts that the BIM model should obtain to be used in asset management. Also, the transformation was assessed in two scenarios: the real and the representative. The results show: (i) when analysed together, the phases of the design and construction are the ones that most require insertion of information; however, when analysed isolated, the operation phase is the one that demands higher insertion of information, such as specification and operation proprieties; (ii) owners and managers as the agents with the most significant responsibility in providing information and performing duties; (iii) the efforts necessary to create new properties and insertion of information throughout the life cycle; (iv) the formatting of two representative scenarios to create properties in the objects of the BIM model throughout the life cycle of the building. Therefore, this research contributes to the feasibility and integration of the BIM model with facilities management systems; provides a BIM Representative Model for asset management through the identification of required information; and, understands the types of effort (information, building life cycle phase and responsible agents) are required in the BIM model for asset management purposes
Subject: Modelagem da informação da construção
Construção civil
Gerenciamento da informação
Gestão
Modelagem 3D
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MOTA, Paula Pontes. Modelo BIM para gestão de ativos. 2017. 1 recurso online (123 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331068>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FEC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Mota_PaulaPontes_M.pdf3.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.