Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331051
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Influência da orientação do dente na detecção de fraturas radiculares verticais por meio da tomografia computadorizada de feixe cônico = Influence of tooth orientation on the detection of vertical root fracture in cone-beam computed tomography
Title Alternative: Influence of tooth orientation on the detection of vertical root fracture in cone-beam computed tomography
Author: Wanderley, Victor de Aquino, 1991-
Advisor: Oliveira, Matheus Lima de, 1984-
Abstract: Resumo: O objetivo neste estudo foi avaliar a influência da orientação do longo eixo do dente em relação ao plano de projeção dos raios X na detecção de fratura radicular vertical (FRV) em imagens de tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC) na presença de diferentes materiais intracanal. Trinta dentes humanos unirradiculares foram instrumentados endodonticamente e FRV foi induzida em metade da amostra. Cada raiz foi inserida, individualmente, no alvéolo de um phantom constituído por uma mandíbula e crânio humano e imagens tomográficas foram adquiridas utilizando o aparelho de TCFC Picasso Trio operando em 85 kVp, 5 mA, sob um campo de visão (FOV) de 5x5 cm e tamanho de voxel 0,2 mm. A aquisição das imagens foi realizada sob duas diferentes orientações do longo eixo da raiz: perpendicular e paralela ao plano de projeção dos raios X. As imagens foram adquiridas com cada raiz sem material obturador, seguido de cone de guta-percha e pino metálico. A dose de radiação em regiões anatômicas específicas foi obtida para as duas orientações. Todas as imagens foram avaliadas por cinco especialistas em radiologia odontológica por meio de reconstruções multiplanares que indicaram a presença ou ausência de fratura por meio de uma escala de cinco pontos. Kappa ponderado, testes de sensibilidade, especificidade, acurácia, valores preditivos positivo e negativo foram calculados., A área sob a curva ROC (Receiver Operating Characteristic) e os dados da dosimetria para cada orientação da raiz e materiais intracanal foram comparados, respectivamente, com a análise de variância (ANOVA) two-way e one-way com teste Tukey como post-hoc (?=0,05). Observou-se que não houve diferença estatisticamente significante (p?0,05) na detecção de FRV entre as orientações do longo eixo da raiz, independentemente do material endodôntico utilizado. Os valores da área sob a curva ROC foram significantemente menores (p<0.05) na presença de guta-percha e pino metálico. A dose de radiação variou em algumas regiões anatômicas em função da orientação da raiz. Em conclusão, a orientação do longo eixo do dente em relação ao plano de projeção dos raios X não influencia na detecção de fratura radicular vertical em TCFC, independentemente do material intracanal utilizado

Abstract: The purpose of this study was to assess the influence of tooth orientation in relation to the projection plane of the X-rays in the detection of vertical root fracture (VRF) with different intracanal material in cone-beam computed tomography (CBCT). Thirty single-rooted human teeth were endodontically instrumented and VRF was induced in half of the sample. Each root was placed in the socket of a phantom composed of a dry human skull and mandible and CBCT images were acquired using the CBCT unit Picasso Trio, operating at 85 kVp, 5 mA, a field-of-view (FOV) of 5x5 cm and voxel size 0.2 mm. Image acquisition was performed with the long axis of the root in two orientations: perpendicular and parallel to the projection plane of the X-rays. Each root was scanned without filling material, filled with gutta-percha and metal post. Radiation dose at specific anatomical regions of the phantom were obtained for the two orientations. Five oral radiologists evaluated all images using multiplanar reconstructions and rated the fractures on a 5-point scale. Weighted Kappa, sensitivity, specificity, accuracy, positive and negative predictive values were calculated. The area under the ROC curve (Az) and the dosimetric outcomes for each root orientation and filling material were compared respectively with two-way and one-way analysis of variance with post-hoc Tukey test (?=0.05). There was no significantly difference (p?0.05) in the detection of VRF between root orientations, regardless of the filling material. Az values were significantly lower (p<0.05) in the presence of gutta-percha and metal post. The root orientation varied the absorbed dose at some anatomic regions. The orientation of the tooth in relation to the projection plane of the X-rays does not influence on the detection of VRF in CBCT, irrespective of the intracanal material
Subject: Artefatos
Tomografia computadorizada de feixe cônico
Diagnóstico
Endodontia
Fraturas dos dentes
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Citation: WANDERLEY, Victor de Aquino. Influência da orientação do dente na detecção de fraturas radiculares verticais por meio da tomografia computadorizada de feixe cônico = Influence of tooth orientation on the detection of vertical root fracture in cone-beam computed tomography. 2018. 1 recurso online (46 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331051>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Wanderley_VictorDeAquino_M.pdf1.25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.