Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/330560
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Propriedades da medida do Instrumento de Avaliação Global da Adesão Medicamentosa - IAGAM
Title Alternative: Psychometric properties of the Global Adherence Medication Questionnaire
Author: Marques, Mariana Dolce, 1989-
Advisor: Rodrigues, Roberta Cunha Matheus, 1965-
Abstract: Resumo: A adesão ao uso dos medicamentos constitui comportamento de autocuidado complexo no âmbito do tratamento das doenças crônicas. O enfermeiro tem ação central na promoção do comportamento de aderir à tomada de medicamentos, o que implica em avaliar a adesão e decidir quando e como intervir. Na literatura há várias medidas de adesão que em geral superestimam este comportamento. Com o objetivo de contribuir para uma medida acurada de adesão foi criado o Instrumento de Avaliação Global da Adesão Medicamentosa (IAGAM), cujas propriedades da medida não foram investigadas. Este estudo teve como objetivo avaliar as propriedades da medida do Instrumento de Avaliação Global da Adesão Medicamentosa (IAGAM), quando aplicado a pacientes em seguimento ambulatorial em uso de anticoagulante oral (ACO). Foram investigadas a praticabilidade, aceitabilidade, sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo (VPP) e valor preditivo negativo (VPN) do IAGAM e a validade de construto convergente. Trata-se de estudo do tipo metodológico, com foco na validação de instrumento. Os dados foram obtidos por meio de entrevista para caracterização sociodemográfica e clínica e para mensuração da adesão medicamentosa por meio da aplicação das versões brasileiras da Morisky Medication Adherence Scale - 8 item (MMAS-8) e da Medida de Adesão aos Tratamentos (MAT) e do IAGAM. Dados da monitorização da terapia com ACO por meio da International Normalizated Ratio (INR) foram obtidos e utilizados para cálculo da estabilidade dessa medida. Foram avaliadas a praticabilidade e aceitabilidade, pelo tempo médio dispendido de aplicação do IAGAM e a percentagem de participantes que responderam à todas as questões, respectivamente. A sensibilidade, especificidade, VPP e VPN foram testadas em relação à estabilidade da INR. A validade de construto convergente foi estimada por meio da relação entre a proporção de doses obtidas pelo IAGAM nos diferentes períodos de tempo (dia anterior, última semana e último mês) e os escores das versões brasileiras da MMAS-8 e MAT, e entre a INR de semana anterior à entrevista, com o emprego do coeficiente de correlação de Spearman. O tempo médio dispendido para preenchimento do IAGAM por meio de entrevista foi de 3,6 (1,6) minutos e todos os participantes responderam a todos os itens do instrumento. As estimativas de sensibilidade e especificidade do IAGAM em relação à estabilidade da INR, mostrou que o IAGAM é específico (0,76) para detectar aderentes dentre aqueles com INR estável e, pouco sensível (0,43) para detecção de não aderentes dentre aqueles com INR não estável. Foram encontradas correlações positivas, significativas entre a proporção de doses obtidas pelo IAGAM, na última semana e mês prévios à entrevista e os escores da MMAS-8 (r=0,26 e r=0,22, respectivamente) e MAT (r=0,22 e r=0,30, respectivamente). Conclui-se que o IAGAM é um instrumento prático quando aplicado por entrevista, com especificidade e sensibilidade satisfatórias em relação à estabilidade da INR. A validade de construto convergente foi parcialmente apoiada por meio de relação de fraca a moderada magnitude com medidas autorrelatadas de adesão. Recomenda-se a realização de novos estudos para refinar as propriedades da medida fornecida pelo IAGAM, especialmente a confiabilidade da medida

Abstract: This study aimed to evaluate a new instrument for medication adherence called "Instrumento de avaliação global da adesão medicamentosa - IAGAM" or global adherence medication questionnaire with patients in oral anticoagulant (ACO) therapy. Was evaluated practicability, acceptability, sensitivity and specificity of IAGAM and construct validity with IAGAM and self-report adherence questionnaires and International Normalizated Ratio (INR). This is a methodological study with a single moment data collection (transversal study), the subjects were patients taking oral anticoagulants in the last six months. To measure adherence, it was used the Brazilian version of the Morisky Medication Adherence Scale - 8 items (MMAS-8), Measure of Adherence to Treatment (MAT) and the IAGAM. The control of anticoagulation therapy was evaluated with International Normalized Ratio (INR) stability. The praticabilitity and acceptability were evaluated for time to complete the IAGAM and percentage of subjects that responded to all questions of IAGAM. The convergent construct validity of IAGAM was evaluated through the average proportion of medicines taken (IAGAM) and the scores of Brazilian version of MMAS-8, MAT and INR stability by Spearman¿s correlation. The mean time to fill IAGAM was 3,6 minutes (dp=1,6) and all subjects answer all questions of the questionnaire. The IAGAM has evidences of more specificity thus sensitivity to instruments MMAS-8 and MAT, and has good specificity to INR stability (0,76) and poor sensitivity (0,43). The average proportion of medicines taken in last week and last month (IAGAM) has a positive and significant correlation with MMAS-8 score (r=0,26 for week and r=0,22 for month) and MAT score (r=0,22 for week and e r=0,30 for month). The IAGAM has positive practicability and acceptability when applied through interview, as well as sensitivity and specificity with the others instruments for adherence (MMAS-8 and MAT) and with stability of INR. The construct validity was partially supported by the relationship with self-reported measures of adherenc
Subject: Enfermagem
Adesão à medicação
Estudos de validação
Psicometria
Anticoagulantes
Editor: [s.n.]
Citation: MARQUES, Mariana Dolce. Propriedades da medida do Instrumento de Avaliação Global da Adesão Medicamentosa - IAGAM. 2016. 1 recurso online (125 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Enfermagem, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/330560>. Acesso em: 31 ago. 2018.
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FENF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Marques_MarianaDolce_M.pdf4.19 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.