Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322664
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Panorama do ambiente da prática : percepção dos enfermeiros do Estado de São Paulo
Title Alternative: Panorama of practice environment : perception of nurses of the State of São Paulo, Brazil
Author: Dorigan, Gisele Hespanhol, 1986-
Advisor: Guirardello, Edinêis de Brito, 1960-
Abstract: Resumo: A avaliação da percepção dos enfermeiros em relação ao ambiente da prática pode fornecer informações que subsidiem ações estratégicas relacionadas ao gerenciamento de pessoal em enfermagem. O objetivo deste estudo foi avaliar a percepção dos enfermeiros do Estado de São Paulo em relação ao ambiente da prática, satisfação no trabalho, clima de segurança e burnout. Trata-se de um estudo de abordagem quantitativa, descritivo e correlacional. Amostragem probabilística de 465 enfermeiros com registro profissional ativo no Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo, que desenvolviam atividades de assistência direta aos pacientes e/ou exerciam cargo de supervisão em instituições de saúde do Estado de São Paulo e possuíam tempo de experiência igual ou superior a seis meses. A coleta dos dados foi realizada online e ocorreu no período de dezembro de 2014 a junho de 2015, com o uso dos instrumentos: ficha de coleta de dados contendo variáveis de caracterização, Nursing Work Index Revised, as subescalas de satisfação no trabalho e clima de segurança do Safety Attitudes Questionnaire ¿ Short form 2006 e Inventário de Burnout de Maslach. Foi realizada análise descritiva dos dados e para avaliar o modelo teórico proposto foi utilizado o método estatístico de Modelagem de Equações Estruturais. O ambiente da prática foi avaliado como favorável, exceto para a dimensão controle sobre o ambiente, que apresentou pontuação limítrofe. Os enfermeiros relataram insatisfação no trabalho, o clima de segurança nas instituições de trabalho foi avaliado negativamente e identificou-se médio nível de burnout. O modelo teórico proposto necessitou de pequenos ajustes e os efeitos do ambiente da prática de enfermagem demonstraram forte impacto na satisfação no trabalho, no clima de segurança e no burnout. Os resultados sugerem que promover a autonomia dos enfermeiros, favorecer o controle sobre o ambiente de trabalho e as boas relações entre médicos e enfermeiros podem trazer implicações principalmente para a satisfação dos enfermeiros, avaliação positiva do clima de segurança e redução dos níveis de burnout. Este estudo traz implicações para a prática de enfermagem na medida em que apresenta um diagnóstico situacional do ambiente da prática profissional sob a perspectiva dos enfermeiros, bem como seus principais efeitos relativos aos resultados para os profissionais e clima de segurança

Abstract: The evaluation of nurses' perception regarding the practice environment might provide information to subsidize strategic actions related to the personnel management in nursing. The objective of this study were to analyze the perception of nurses of the State of São Paulo regarding the practice environment, job satisfaction, safety climate and burnout. This is a quantitative approach study, descriptive and correlational. Probabilistic sample of 465 nurses registered at the Regional Nursing Council of São Paulo, with professional experience of six months or more, who reported providing direct patient care and/or occupying a management position at healthcare institutions of the state of São Paulo. Data were collected online between December of 2014 and June of 2015 using the instruments: data collection form containing variables of characterization, Nursing Work Index Revised, job satisfaction subscales and safety climate from the Safety Attitudes Questionnaire ¿ Short form 2006 and Maslach Burnout Inventory. Descriptive analysis was performed, and to evaluate the proposed theoretical model was used the statistical method of Structural Equation Modeling. The practice environment was considered favorable, except for the subscale control over their practice setting, which showed limited scores. Nurses reported job dissatisfaction, the safety climate at work institutions was considered negative, and an average level of burnout was found. The proposed theoretical model required minor adjustments and the effects of the nursing practice environment demonstrated strong impact on job satisfaction, safety climate, and burnout. The results suggest that promoting nurses¿ autonomy and favoring the work environment control and the good relationships between physicians and nurses might bring implications especially for the nurses¿ satisfaction, positive evaluation of safety climate and decrease burnout levels. The present study brings implications for the nursing practice, as it presents a situational diagnosis of the professional practice environment from the nurses¿ perspective, as well as its main impact regarding the results for professionals and safety climate
Subject: Ambiente de instituições de saúde
Segurança do paciente
Satisfação no emprego
Qualidade da assistência à saúde
Enfermagem
Editor: [s.n.]
Citation: DORIGAN, Gisele Hespanhol. Panorama do ambiente da prática: percepção dos enfermeiros do Estado de São Paulo. 2016. 1 recurso online (107 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Enfermagem, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/322664>. Acesso em: 30 ago. 2018.
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FENF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Dorigan_GiseleHespanhol_D.pdf2.66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.