Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/320970
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Mortalidade dos jovens e a violência no nordeste brasileiro : uma abordagem multinível utilizando os dados do censo demográfico de 2010
Title Alternative: Mortality in older adolescents and young adults and violence in northeast Brazil : a multilevel approach using data from the 2010 Population Census
Author: Soares, Maurilio José Barbosa, 1983-
Advisor: Aida, Tirza, 1961-
Aidar, Tirza, 1961-
Abstract: Resumo: A maior sobremortalidade que se observa entre os homens nas idades jovens e adulta ocorre principalmente em consequência das mortes por causas externas, sendo que essas não atingem a população igualmente, mas se relaciona com as desigualdades nas condições de vida nas quais esses jovens vivem. O padrão de vida dos jovens brasileiros marcado por experiências complexas e heterogêneas implicam, para diferentes grupos sociais, em fatores diferentes de proteção e de vulnerabilidade. Assim, buscou-se analisar as interações entre a componente demográfica mortalidade e o espaço geográfico e social, através do estudo da relação entre a mortalidade juvenil e as características sociodemográficas dos indivíduos, dos contextos e espaços urbanos em que vivem. A fim de entender os fatores individuais, relacionais, sociais, culturais e ambientais, que se relacionam com a problemática em questão, as análises se apoiaram no modelo teórico proposto pela OMS que busca sistematizar os mecanismos causadores da violência ordenando níveis de influência sobre o comportamento, ou risco do indivíduo. Utilizando-se de técnicas estatísticas que mensuram possíveis associações de informações individuais e agregadas, objetiva-se identificar a importância de fatores atribuídos em diferentes escalas, individuais e da vizinhança, sobre o risco de mortalidade dos jovens da Região Nordeste. Os resultados indicam que os riscos são diferenciados conforme o contexto municipal em que os jovens residem. No contexto dos menores municípios, algumas relações tendem a ser mais fracas e não significativas, diferentemente dos municípios de maior tamanho ou localizados em Regiões Metropolitanas e das Capitais. O risco não esteve diretamente associado a domicílios ou regiões mais carentes de renda, sendo que essa variável teve importância dependendo do contexto municipal. Um grupo de variáveis que se mostrou de extremamente relevantese relaciona com a questão da vulnerabilidade dos arranjos familiares, com risco maior de mortalidade juvenil para domicílios monoparentais, cujo responsável era do sexo feminino, que não viviam na companhia do cônjuge ou companheiro, mas já tinham vivido, residindo nas áreas mais violentas das cidades. Evidencia-se o importante papel do contexto para a análise do fenômeno, uma vez que a significância das variáveis do nível do indivíduo podem se modificar a depender do contexto. Baseado no modelo ecológico da OMS, o qual esse trabalho tomou como referência, indicadores relacionados ao nível "relações" se mostraram importantes em todos os grupos de municípios. Já aqueles referentes à "comunidade" e "sociedade", aqui tratados pelas áreas de ponderação e municípios, respectivamente, não apresentaram um padrão consistente de associação direta ao risco de ocorrência de óbito de homens jovens nos domicílios nordestinos, seja nas análises bivariadas ou na modelagem estatística

Abstract: The highest excess mortality observed among men in the older adolescents and young adults occurs mainly as a result of deaths from external causes, considering these causes do not reach the population equally, but relates to the disparities in living conditions in which these young people live. Living standard of Brazilian young, marked by complex and heterogeneous experiences imply, for different social groups, in different factors of protection and vulnerability. Thus, this master thesis sought to analyze the interactions between the demographic element mortality and the social and geographical space, through the study of the relationship between mortality in older adolescents and young adults and sociodemographic characteristics of the individuals, contexts and urban spaces they live. In order to understand the individual, relationship, social, cultural and environmental factors that relates to the problem in question, the analysis are based on the theoretical model proposed by WHO which aims to systematize the causal mechanisms of violence ordering levels of influence on behavior or risk individual. Using statistical techniques that measure possible associations of individual and aggregate information, the objective of this master thesis is to identify the important factors attributed at different levels, individual and neighborhood, about risk of mortality of young people in the northeast of Brazil. The results indicate that the risks are different according to the municipal context in which young people live. Considering smaller township context, some relationships tend to be weaker and not significant, different from big cities or cities located in metropolitan and capital area. The risk was not directly associated with household or the poorest areas, considering that this variable was important depending on the local context. A group of variables that proved to be extremely relevant are related to the vulnerability of types of families, with increased risk of mortality in older adolescents and young adults for single parent household, whose head was female, who did not live in the spouse or partner company, but had already lived, living in the most violent areas of the cities. This study highlights the important role of context for analysis of the mortality in older adolescents and young adults, since the significance of the level of the individual parameters can be changed depending on the context. Based on the ecological model of WHO, which this article has taken as a reference, index related to the level "relations" are very important in all township groups.Regarding those index concerning the "community" and "society" here treated by census areas and township, respectively, did not show a consistent pattern of direct association to risk of young men death in the northeastern household, either in the bivariate analyzes or statistical modeling
Subject: Mortalidade
Violência
Análise multinível
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Soares_MaurilioJoseBarbosa_M.pdf2.12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.