Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/319244
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.descriptionOrientador: Milva Maria Figueiredo De Martinopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Enfermagempt_BR
dc.format.extent1 recurso online ( 84 p.) : il., digital, arquivo PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.relation.requiresRequisitos do sistema: Software para leitura de arquivo em PDFpt_BR
dc.typeDISSERTAÇÃO DIGITALpt_BR
dc.titleAvaliação do padrão de sono e saúde de profissionais da enfermagem nos turnos de trabalhopt_BR
dc.title.alternativeSleeping pattern evaluation and nursing professionals health at shiftworkpt_BR
dc.contributor.authorMarçal, Joice Araujo, 1984-pt_BR
dc.contributor.advisorDe Martino, Milva Maria Figueiredo, 1947-pt_BR
dc.contributor.advisorMartino, Milva Maria Figueiredo dept_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicaspt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Enfermagempt_BR
dc.subjectSistema de turnos de trabalhopt_BR
dc.subjectEnfermagempt_BR
dc.subjectGlicemiapt_BR
dc.subjectHipertensãopt_BR
dc.subjectSonopt_BR
dc.subject.otherlanguageShift worken
dc.subject.otherlanguageNursingen
dc.subject.otherlanguageBlood glucoseen
dc.subject.otherlanguageHypertensionen
dc.subject.otherlanguageSleepen
dc.description.abstractResumo: Trabalhadores da enfermagem comumente necessitam exercer suas funções em turnos de trabalho, em decorrência da necessidade da continuidade da assistência aos pacientes nas 24 horas do dia. Dessa forma, muitos exercem jornadas noturnas e diurnas de trabalho, muitas vezes resultando em longas horas de trabalho ininterrupto, o que pode ocasionar alterações no estado de saúde e nos ciclos de sono e vigília. A dessincronização desse ciclo pode levar a diversas alterações metabólicas, dentre elas elevados níveis de glicemia, pressão arterial e obesidade. Este trabalho objetivou avaliar o padrão de sono de profissionais da enfermagem nos turnos de trabalho, bem como seu IMC, circunferência da cintura, pressão arterial e glicemia. A metodologia utilizada foi de um estudo observacional, descritivo e correlacional, com abordagem quantitativa e do tipo transversal. Utilizou-se um questionário para o conhecimento do perfil sociodemográfico, e o diário de sono, para avaliar o padrão de sono, preenchido por sete dias. Foram utilizados um glicosímetro dentro das especificações sugeridas pela resolução International Organization for Standardization, um antropômetro vertical portátil construído em material rígido com escala numérica e precisão de 01 mm, uma fita maleável e inelástica, com escala numérica em centímetros indicados a cada dezena deles e precisão de 01 mm, esfigmomanômetros aneróides específicos ao diâmetro dos braços de cada sujeito e um estetoscópio com auscultador em membrana de plástico rígido. Os resultados mostraram para a qualidade de sono noturno dos trabalhadores do turno da noite mostrou-se com uma correlação significativa com média inferior em relação aos funcionários do turno diurno. Os trabalhadores noturnos também cochilavam mais e por período de tempo maior, e apresentavam menor média de duração de sono. Os valores médios da pressão arterial e glicemia encontrados no estudo estão dentro da classificação de valor ótimo, porém em relação ao IMC, 59,09% dos profissionais apresentam-se obesos ou com sobrepeso. O conhecimento desta realidade poderá ser útil para contribuir com outros estudos e em promover estratégias de saúde do trabalhador dentro desses locais de trabalho que possam beneficiar a equipe de enfermagem, bem como prevenir novos agravospt
dc.description.abstractAbstract: Nursing workers often need to exercise their functions in work shifts, to continue patient care within 24 hours. Thus, many exert night and daytime working hours, often causing long hours of uninterrupted work, which can cause changes in health status and the cycles of sleep and wakefulness. The desynchronization this cycle can lead to various metabolic disorders, among them high blood glucose levels, blood pressure and obesity. This study aimed to evaluate the standard of nursing professionals sleep in shifts, as well as BMI, waist circumference, blood pressure and blood sugar. The methodology used was an observational, descriptive, correlational with a quantitative approach, and cross-sectional. We used a demographic questionnaire, and the sleep diary, to assess the sleep pattern filled for seven days. We used a glucometer within the specifications suggested by Resolution International Organization for Standardization, a portable vertical anthropometric with numerical scale built in hard and precision of 01 mm, a flexible and inelastic tape with numerical scale in centimeters and precision 01 mm, and display every ten centimeters, aneroid sphygmomanometers specific to the diameter of the arms of each subject and a stethoscope with handset in rigid plastic membrane. The results showed the quality of nighttime sleep of night shift workers showed up with a significant correlation with average lower than the staff of the day shift. The night workers also nap more and for a longer time period, and had a lower mean duration of sleep. The mean values of blood pressure and blood glucose levels found in the study are of great value in classification, but in relation to BMI, 59.09% of the professionals themselves have obese or overweight. Knowledge of this reality may be useful to contribute to other studies and to promote health strategies worker within those workplaces that knowledge of this reality may be useful to contribute to other studies and to promote health strategies worker within those workplaces that benefit the nursing staff as well as prevent new injuriesen
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.citationMARÇAL, Joice Araujo. Avaliação do padrão de sono e saúde de profissionais da enfermagem nos turnos de trabalho. 2016. 1 recurso online ( 84 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Enfermagem, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/319244>. Acesso em: 31 ago. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreedisciplineEnfermagem e Trabalhopt_BR
dc.description.degreenameMestra em Ciências da Saúdept_BR
dc.contributor.committeepersonalnameSilva, Rosângela Marion dapt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameLamas, Jose Luiz Tatagibapt_BR
dc.date.defense2016-09-06T00:00:00Zpt_BR
dc.date.available2018-08-31T03:26:54Z-
dc.date.accessioned2018-08-31T03:26:54Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-08-31T03:26:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Marcal_JoiceAraujo_M.pdf: 1142199 bytes, checksum: c79fcbf2d8ee70bf0986c6c2a374c8e7 (MD5) Previous issue date: 2016en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/319244-
Appears in Collections:FENF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Marcal_JoiceAraujo_M.pdf1.12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.