Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316712
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Correlação entre anticorpos liticos e anticorpos mediadores da reação de imunofluorescencia durante a infecção pelo Trypanosoma cruzi (Chagas, 1909) em camundongos isogenicos
Author: Ciampi, Denise Balduino
Advisor: Corsini, Antonio Carlos
Abstract: Resumo: Neste trabalho estudamos a presença de anticorpos líticos contra o T. cruzi, cepa Y durante a infecção em camundongos (CBA/J x C57Bl/10)F1 e Biozzi "Bons" e "Maus" respondedores (seleção III) e correlacionamos os títulos dos soros obtidos através da técnica da lise imune mediada pelo complemento humano com os títulos verificados nas reações de imunofluorescência. Nossos resultados nos permitem concluir que: 1 - A resposta humoral para os anticorpos pertencentes à classe IgM foi detectada logo nos primeiros dias após a infecção somente nos camundongos Biozzi "Bons" respondedores. Nos híbridos F1 e nos Biozzi "Maus" respondedores esse anticorpo aparece mais tardiamente. 2 - Para os anticorpos da classe IgG, durante a resposta humoral primária, os camundongos BH foram os que responderam mais rapidamente. Os índices de mortalidade porém foram semelhantes aos dos camundongos Bl. 3 - Durante a resposta secundaria observamos títulos consideravelmente aumentados para os anticorpos da classe IgG, em relação aos títulos obtidos durante a resposta primária para os camundongos F1. Esses valores mostraram-se aumentados tanto para o grupo de animas reinfectados no 42º dia, como para aqueles reinfectados no 97º dia após a primo-infecção. 4 - A titulação dos soros pela técnica da lise imune mediada pelo complemento, indicou que os soros de todas as linhagens de animais testadas possuem anticorpos líticoso. 5 - Camundongos BL apresentaram altas porcentagens de lise em seus soros quando comparados aos F1 e aos BH, principalmente no 20º dia de infecção. 6 - A reinfecção nos camundongos F1 não causou um aumento nos níveis dos anticorpos líticos, portanto não se observou uma resposta secundária, diferentemente do que ocorreu com as reações de imunofluorescência. Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital

Abstract: Not informed.
Subject: Trypanosoma cruzi
Tecnica de anticorpo fluorescente
Chagas, Doença de
Camundongo como animal de laboratório
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CIAMPI, Denise Balduino. Correlação entre anticorpos liticos e anticorpos mediadores da reação de imunofluorescencia durante a infecção pelo Trypanosoma cruzi (Chagas, 1909) em camundongos isogenicos. 1985. 63f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, [SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/316712>. Acesso em: 14 jul. 2018.
Date Issue: 1985
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ciampi_DeniseBalduino_M.pdf1.25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.