Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313454
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: A formação do medico homeopata na faculdade de medicina de Jundiai : uma pratica de ensino no SUS
Author: Galhardi, Wania Maria Papile
Advisor: Barros, Nelson Filice de, 1968-
Abstract: Resumo: Os movimentos sócio-econômico-culturais e históricos são os determinantes dos padrões em todas as áreas de uma sociedade. A medicina também é fruto dessas contingências e culminou com o desenvolvimento das especialidades médicas, as quais dependem fortemente de avançada tecnologia para esclarecimentos diagnósticos e fins terapêuticos. O resultado disso foi a fragmentação do saber médico. Perdeu-se aí a dimensão da totalidade do ser, ao mesmo tempo em que se elevou o custo do atendimento médico. Numa visão de resgate da integralidade e possibilidade de uma prática médica de qualidade a menor custo, a OMS em 2002, propôs a implantação da Medicina Alternativa/Complementar (MAC) nos serviços públicos de saúde até 2005. A formação médica também sofreu reforma educacional e, em 2001, as Diretrizes Curriculares recomendaram a formação médica no SUS e para o SUS e enfatizaram a necessidade de serem formados médicos generalistas. Ao mesmo tempo, gestores do SUS e sociedade organizada se reuniam nas Conferências Nacionais de Saúde e solicitavam acesso à MAC nos serviços públicos. A Medicina Homeopática se insere neste contexto uma vez que sua doutrina orienta para o ¿ser¿, na sua totalidade, individualizando a enfermidade, o diagnóstico e o medicamento. Embora seja reconhecida como especialidade médica desde 1980 e possua um código de atendimento no Sistema de Informação e Atendimento do SUS (SAI-SUS), ainda não está institucionalizada e nem oficializada nas escolas médicas. Oportunamente, em 2003, foi implantado o Curso de Pós-Graduação em Homeopatia, lato-sensu, na Faculdade de Medicina de Jundiaí (CPGH-FMJ), com a orientação para o ensino em serviço e prestação de assistência aos usuários do SUS. O pioneirismo deste modelo de ensino da homeopatia no Brasil é a justificativa e a motivação para esta pesquisa, cujo objetivo é analisar a formação dos médicos homeopatas do mesmo curso. Baseando-se nas perspectivas e percepções dos sujeitos envolvidos, foram consideradas: as modificações ocorridas na prática e conduta dos alunos; as impressões dos usuários sobre o tratamento e a homeopatia; os motivos da desistência de alguns alunos do curso; a homeopatia e o atendimento prestado na visão dos profissionais da saúde (administrativos do ambulatório-SUS); a motivação dos professores do curso para o desenvolvimento desta racionalidade; o julgamento da homeopatia e a justificativa da aprovação do curso pelo Diretor e pela Congregação da Faculdade. A metodologia usada na pesquisa foi a qualitativa, fundamentada na fenomenologia e o método aplicado foi o estudo de caso. As técnicas usadas na investigação dos sujeitos envolvidos foram: alunos, usuários, professores, e a Congregação da FMJ responderam questionários semi-estruturados; alunos desistentes responderam questionário semi-estruturado em entrevista telefônica; profissionais administrativos do ambulatório participaram de grupo adaptado da técnica do grupo focal; e o diretor da FMJ foi entrevistado. Os resultados foram organizados segundo categorias de análise: a) conhecimento e referencial sobre homeopatia; b) homeopatia como novo paradigma de ensino e assistência no SUS; c) estrutura geral do curso. E, como considerações finais, demonstrou-se a possibilidade do ensino da homeopatia em Instituição de Ensino Superior com prática clínico-pedagógica orientada para o SUS, e, a viabilidade da universalização da Medicina Homeopática no SUS devido à satisfação dos sujeitos envolvidos

Abstract: Historical, cultural and socio-economical aspects are determinants of a society¿s standards in all areas. Medicine has also been modeled by these factors, and has been led into medical specializations, which strongly depend on advanced technology for diagnosis and treatment. As a result of this, there has been a medical knowledge fragmentation, loss of holistic perception of patient, as well as increased cost of medical service. With a wholesome approach in mind and in an attempt to supply quality medical service at a lower cost, WHO in 2002, has proposed implementation of CAM ( Complementary Alternative Medicine) in public health care up to 2005. Medical school content has also been remodeled and, in 2001, Curriculum Guidelines recommended that medical education should be oriented towards SUS and in practice at SUS (Sistema Único de Saúde) - Public Health Care -, with emphasis on the formation of generalist physicians. In the meantime, directors of SUS and organized society (city representatives) met at National Health Conferences and requested CAM for public health service. This is precisely the context for Homeopathic Medicine, whose fundamental doctrine is the human being as a whole, individualizing disease, diagnosis and medication. It¿s been recognized as a medical specialization since 1980, with service code at SIA-SUS (Sistema de Informação e Atendimento do SUS), although it hasn¿t as of yet neither been institutionalized nor officialized at medical schools. Incidentally, in 2003, the ¿Curso de Pós-Graduação em Homeopatia latu-sensu¿ (Post Graduation Course in Homeopathy - lato-sensu), oriented toward teaching in practice, rendering health service to SUS patients was introduced at FMJ (Faculdade de Medicina de Jundiaí - Medical School in Jundiaí, SP). Such leading edge in the Homeopathic teaching model in Brazil has been the justification and motive for this research, which aims at analyzing the formation of the homeopathic physicians attending this course. Based on the perceptions and perspectives of involved subjects, the following aspects have been considered: changes in practice and behavior of students; patients¿ viewpoint on homeopathy and treatment; reasons why some students dropped the course; viewpoint of health professionals on Homeopathy and medical service provided; professors¿ reason for development of such specialization; School Council¿s and Principal¿s assessments on Homeopathy and their reasons for approving the course. Case study method and qualitative methodology, based on phenomenology, have been applied in this research. Techniques used in the investigation of subjects: semi-structured questionnaires with students, patients, professors and College Council; semi-structured questionnaires, on the phone, with drop out students; administrative clerks took part in a group, adapted from focal group technique; and School Principal was interviewed. Results have been organized according to categories of analysis: a) Knowledge and contact with Homeopathy b) Homeopathy as a new study paradigm and homeopathic care for SUS patients; c) overall course structure. Final considerations point to the feasibility of the teaching of Homeopathy in Graduate Courses with pedagogical-clinic practice oriented toward SUS, and also the feasibility of universalization of Homeopathic Medicine practice at SUS, due to the overall satisfaction of all subjects involved in this research
Subject: Sistema Único de Saúde (Brasil)
Homeopatia
Medicina alternativa
Ensino
Pesquisa qualitativa
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: GALHARDI, Wania Maria Papile. A formação do medico homeopata na faculdade de medicina de Jundiai: uma pratica de ensino no SUS. 2005. 205p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/313454>. Acesso em: 5 ago. 2018.
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Galhardi_WaniaMariaPapile_M.pdf1.91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.