Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312075
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Fatores estimuladores de colonia na prevenção da neutropenia febril induzida pela quimioterapia em crianças com leucemia linfoblastica aguda : revisão sistematica da literatura ate abril 2002
Author: Sasse, Emma Chen
Advisor: Brandalise, Silvia Regina, 1943-
Abstract: Resumo: RAZÕES: A mielossupressão e conseqüente neutropenia febril, causadas pela quimioterapia intensiva no tratamento da leucemia linfoblástica aguda (LLA) pediátrica são complicações graves e de alto risco. Os fatores estimuladores de colônias (FEC) são citoquinas usadas para elevar o número de neutrófilos circulantes e reduzir as complicações decorrentes da neutropenia, apesar de não haver consenso sobre seu uso em crianças na literatura. Existem alguns estudos randomizados com resultados conflitantes quanto ao benefício dos FEC nestes pacientes. A falta de dados conclusivos provenientes de estudos conflitantes exige a realização de uma revisão sistemática da literatura sobre o uso profilático dos FEC. MÉTODOS: Revisão sistemática da literatura que incluiu estudos randomizados com desenho paralelo, comparando o uso de FEC versus placebo ou observação em crianças com LLA em quimioterapia não ablativa. A pesquisa englobou bases de dados computadorizados (MEDLINE@,EMBASE@, LILACS@, CANCERLIT@,BIBLIOTECA COCHRANE@), pesquisa manual em periódicos especializados, procura pelas referências dos artigos e consulta a especialistas sobre trabalhos em andamento. A metanálise foi realizada utilizando o software Review Manager 4.1. Dados dicotômicos foram analisados usando Odds Ratio de Peto (OR) e os dados contínuos foram analisados usando a diferença ponderada entre as médias (DPM). RESULTADOS: No total, 5463 referências foram analisadas, onde treze estudos foram localizados e destes, seis estudos preencheram os critérios de inclusão com um total de trezentos e trinta e dois pacientes. Cento e sessenta e um deles foram randomizados para o grupo FEC e cento e setenta e um para o grupo controle (placebo ou observação). Na metanálise, o uso de FEC reduziu o tempo de hospitalização [DPM: -3,44, IC 95% -4,76 a -2,12; p< 0,00001], diminuiu o atraso na quimioterapia em 19% [OR=0,4, IC 95%: 0,18 a 0,89; p=0,03] e os episódios de infecção em 12% [OR= 0,46; IC 95% 0,26 a 0,82; p=0,009]. A metanálise para avaliar episódios de neutropenia febril mostrou uma tendência ao benefício do uso de FEC, mas não atingiu o nível de significância de 5% [OR=0,57; IC 95%: 0,31 a 1,05; p=0.07]. Um efeito significante para o grupo tratado com FEC foi detectado no tempo de duração de neutropenia [DPM= -3,44; IC 95%: -4,76 a -2,12; p<0,00001]. Dados sobre mortalidade global, efeitos colaterais e duração de antibioticoterapia endovenosa não puderam ser combinados na metanálise. CONCLUSÃO: O uso de FEC não traz beneficios significativos na redução de episódios de neutropenia febril em crianças com LLA em quimioterapia intensiva. Porém estes pacientes podem se beneficiar do uso de FEC reduzindo o tempo de hospitalização, diminuindo o atraso na quimioterapia e reduzindo episódios de infecção. Porém, os estudos eram de curta duração na maioria das vezes e não existe consenso quanto à dose ideal de FEC. Existe a necessidade de novos estudos controlados de longa duração para elucidar estas questões e determinar a segurança do FEC na LLA pediátrica

Abstract: Acute lymphoblastic leukemia (ALL) represents about 30% of hematologic malignancies in the childhood. Chemotherapy induced febrile neutropenia in these patients is a frequent event and it is the most feared side effect as it is potentially a life threatening situation. The current treatment is supportive care plus antibiotics. Colony-stimulating factors are cytokines that stimulate and accelerate the production of one or more cellular lineages in bone marrow and some of these has been tested in clinical trials as additional therapy to prevent febrile neutropenia in children with ALL, but the results are conflicting. Systematic review will provide the most reliable assessment and the best recommendations for practice. Objectives: To evaluate the safety and effectiveness of the addition of G-CSF or GM-CSF to prevent the chemotherapy induced febrile neutropenia in children with acute lymphoblastic leukemia. Search strategy The search covered the principal electronic databases: CANCERLIT, EMBASE, LILACS, MEDLINE, SCI and The Cochrane Controlled Clinical Trials Database. Experts were consulted and references ftom the relevant articles were also scanned. Selection criteria. We searched for all Randomised Controlled Trials (RCT) that compared CSF versus placebo or no treatment prior to installation of chemotherapy-induced febrile neutropenia in children with ALL. Data collection & analysis Two of the reviewers selected, critically appraised and extracted data of the studies independently. The end points of interest were number of febrile neutropenia episodes, length of neutropenia, length of hospitalization, delay of chemotherapy, number of infections, length of antibiotics use, side effects, and mortality. A meta-analysis of these end points were performed and the results were expressed as Peto's odds ratio and for continuous outcomes we calculated a weighted mean difference and a standardized mean difference. Main results More than 5000 references were screened and 6 studies were included. The number of febrile neutropenia episodes was not influenced by the use of CSF [OR=0.57; CI 95%=0.31 to 1.05; p=0.07]. The group ofpatients treated with CSF had a shorter length of neutropenia [WMD=-3.44; CI 95%=-4.76 to -2.12; p<0.00001]but this result was highly influenced by one study. The use of CSF showed significant benefit for reducing the length of hospitalization, [WMD=-1.58; CI 95%= -3 to -0.15; p=0.03] and treatment delays [OR=0.4;CI 95%=0.18 to 0.89; p=0.03]. Conclusion Children with ALL that use CSF have a shorter length of hospitalization and less episodes of treatment delays. But a possible effect on the incidence of febrile neutropenia and the time to neutrophil recovery were not clear
Subject: Meta-análises
Quimioterapia - Efeitos colaterais
Imunossupressão
Medula óssea
Neutrófilos
Câncer em crianças
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SASSE, Emma Chen. Fatores estimuladores de colonia na prevenção da neutropenia febril induzida pela quimioterapia em crianças com leucemia linfoblastica aguda: revisão sistematica da literatura ate abril 2002. 2003. 92f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/312075>. Acesso em: 3 ago. 2018.
Date Issue: 2003
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sasse_EmmaChen_M.pdf4.41 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.