Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311650
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Papel da intervenção farmacêutica na evolução dos parâmetros clínicos e na resolução de problemas farmacoterapêuticos em pacientes HIV-positivos
Title Alternative: Role of pharmacist intervention in clinical parameters and drug related problems outcomes in HIV-positive patients
Author: Costa, Caroline de Godoi Rezende, 1985-
Advisor: Mazzola, Priscila Gava, 1979-
Abstract: Resumo: Muitos fatores contribuem para a resposta do paciente à terapia antirretroviral (TARV), incluindo adesão, efetividade farmacológica e tolerância. A TARV é complexa e longa, e o risco de falha virológica, comumente associada à resistência antirretroviral, aumenta quando a adesão diminui. Neste contexto, a presença do farmacêutico, como o profissional capaz de orientar o paciente em relação à terapia medicamentosa e realizar o acompanhamento farmacoterapêutico, estimula os pacientes a estarem familiarizados com seus próprios esquemas terapêuticos, tornando mais simples a compreensão da importância do uso correto do medicamento, aumentando a adesão à terapia, efetividade e tolerância. Este trabalho teve como objetivo avaliar a efetividade da Intervenção Farmacêutica (IF) na resolução dos Problemas Farmacoterapêuticos (PFTs) e na melhora dos parâmetros clínicos dos pacientes com HIV/AIDS. Foi realizado um estudo prospectivo controlado intervencionista, com amostra consecutiva e de conveniência com controles de reposição emparelhados segundo gênero e valores iniciais de linfócitos T CD4+. Do total de pacientes selecionados para o estudo (n=143), 57 (39,86%) pacientes foram descontinuados e 86 pacientes finalizaram o estudo de 1 ano, sendo 43 pacientes do controle (GC) e 43 do grupo intervenção (GI). Os pacientes do GI receberam acompanhamento farmacoterapêutico por meio de método próprio baseado no método Pharmacotherapy workup. Durante o período de 1 ano foram realizadas 202 Intervenções ou Orientações Farmacêuticas no GI, com uma redução de 38,43% (p=0,0001) do total de PFTs. O GI apresentou aumento médio da variação de CD4 1,84 vezes maior que o aumento observado GC, com média de 154,66 para o GI e 83,80 para o GC. Apesar da carga viral média final do GI ser maior do que aquela observada no GC (17394,51 e 12921,53 cópias/mL, respectivamente), para o GI foi observada uma redução 3 vezes maior da carga viral do que para o GC: GI variou em média 23517,67 e GC, 6226,51. Os resultados deste estudo indicam que as Intervenções Farmacêuticas proporcionaram redução PFTs principalmente aqueles relacionados às reações adversas e interações medicamentosas, promoveram a adesão, aumentaram a efetividade da terapia antirretroviral, constatada com maior elevação da contagem de CD4 e redução da carga viral em comparação com o grupo controle

Abstract: Many factors contribute to the patient's response to antiretroviral therapy (ARVT), including adhesion, drug effectiveness and tolerance. Antiretroviral therapy is complex and lengthy, and the risk of virologic failure commonly associated with antiretroviral resistance increases when adhesion decreases. In this context, the presence of the pharmacist as a professional capable of guiding the patient in relation to drug therapy and follow up drug use, encourages patients to be familiar with their own therapeutic regimens, making it easier to understand the importance of using correct medicine, increasing adherence to therapy, effectiveness and tolerance. This study aimed to evaluate the effectiveness of pharmaceutical intervention (PI) in solving drug related problems (DRPs) and improvement of HIV/ AIDS patients clinical parameters. We conducted a prospective controlled intervention study, with a consecutive and convenience sampling with replaced controls paired by gender and initial T CD4+ lymphocytes values. Out of the total patients enrolled in the study (n=143), 57 (39,86%) patients were discontinued and 86 patients completed the 1-year study, with 43 patients in the control group (CG) and 43 in the intervention group (IG). Patients from de IG received pharmacotherapeutic follow up through a method developed in this work and some Pharmacotherapy workup method features. Over the period of 1 year were performed 202 interventions or counselling on Pharmaceutical IG, with a decrease of 38.43% (p = 0.0001) of total PFTs. The IG showed a mean improvement variation of 1.84 times CD4 greater than the increase observed CG with an average of 154.66 for IG and 83.80 for CG. Although the final viral load mean of IG found were greater than that observed in the CG (17394.51 and 12921.53 copies / mL, respectively), IG presented a reduction of three times greater than that in the CG: IG had mean range of 23517.67 and CG, 6226.51. The results of this study indicate that pharmacist interventions led to lower DRPs especially those related to adverse reactions and drug interactions, promoted adherence, increased the effectiveness of antiretroviral therapy, verified with greater elevation of CD4 count and viral load reduction compared with the control group
Subject: Problemas relacionados com medicamentos
Farmacêuticos e pacientes
Atenção farmacêutica
HIV
AIDS (Doença)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: COSTA, Caroline de Godoi Rezende. Papel da intervenção farmacêutica na evolução dos parâmetros clínicos e na resolução de problemas farmacoterapêuticos em pacientes HIV-positivos. 2012. 98 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/311650>. Acesso em: 21 ago. 2018.
Date Issue: 2012
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Costa_CarolinedeGodoiRezende_M.pdf3.05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.