Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311410
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Medicinas tradicionais, alternativas e complementares como marcadores de diferenciação social
Title Alternative: Traditional medicine, complementary and alternative medicine as marker of social differentiation
Author: Spadacio, Cristiane, 1983-
Advisor: Barros, Nelson Filice de, 1968-
Abstract: Resumo: Apesar dos notáveis avanços alcançados pela Medicina Ortodoxa - Biomedicina, tem havido um crescimento exponencial no interesse e no uso de Medicinas Tradicionais (MT), Alternativas e Complementares (MAC). O tema deste estudo ancora-se nas discussões sobre as MT e MAC e sua utilização por diferentes grupos sociais em situação de adoecimento crônico, especificamente o Diabetes Mellitus tipo 2. A pesquisa tem como objetivo compreender em que medida o uso de MT e MAC por pacientes com diabetes tipo 2 está relacionado com diferenças entre grupos sociais no Brasil. Foram entrevistados 80 pacientes de serviços público e privado de saúde. Sendo 40 pacientes em tratamento do diabetes tipo 2 no Ambulatório de Diabetes Mellitus, Hipertensão e Obesidade, da Disciplina de Medicina Interna e Semiologia Médica, do Departamento de Clínica Médica da Unicamp, e 40 pacientes em uma clínica particular na Cidade de Campinas, no período de abril de 2009 a maio de 2010. Nesta pesquisa serão utilizadas as informações socioeconômicas e demográficas dos pacientes, que possibilitam inferir a "posição social" dos entrevistados, assim como aspectos relacionados às percepções dos pacientes, principalmente no que diz respeito ao acesso e à escolha por tratamentos heterodoxos. Teoricamente, a sociologia de Pierre Bourdieu será utilizada e debatida de forma crítica nesta pesquisa, principalmente com os conceitos de habitus e Capital, este último em seus diferentes aspectos, econômico, social, cultural e simbólico. Tal perspectiva fornece um referencial teórico adequado para a análise das MT e das MAC enquanto práticas culturais utilizadas por diferentes grupos sociais na sociedade brasileira. Dentre os achados empíricos, percebem-se diferenças na utilização de MT e MAC por diferentes perfis de pacientes, uma vez que, há pacientes que utilizam exclusivamente MT, geralmente com baixo nível de escolaridade, baixa renda familiar e com tendência a utilizar o serviço público de saúde. Ao passo que, pacientes que se utilizam exclusivamente de MAC tem alto nível de escolaridade, alta renda familiar e tendem a utilizar o serviço privado de saúde com plano de saúde. Há também pacientes que utilizam MT e MAC ao mesmo tempo, representado por um perfil intermediário entre os dois anteriores. Nesse sentido, sugere-se que a diferença na utilização das terapias não convencionais pode referir-se a um processo de diferenciação social, na medida em que os valores de diferentes grupos, no interior de uma sociedade cada vez mais fragmentada como a brasileira, estão relacionados com um poder classificatório definido por sua localização na estrutura de classes

Abstract: Despite the remarkable progress made by orthodox medicine - biomedicine, there has been an exponential growth in interest in and use of Traditional Medicine (TM), Complementary and Alternative (CAM). The theme of this study is anchored in discussions about MT and MAC and their use by different social groups in situations of chronic illness, specifically diabetes mellitus type 2. The research aims to understand to what extent the use of MT and MAC for patients with type 2 diabetes is related to differences between social classes in Brazil. We interviewed 80 patients of public services and private health. 40 patients being treated for type 2 diabetes in Outpatient Diabetes Mellitus, Hypertension and Obesity in the Department of Internal Medicine and Medical Semiology, Department of Internal Medicine at Unicamp, and 40 patients at a private clinic in the city of Campinas, in the period April 2009 to May 2010. This research will be used socioeconomic and demographic information of patients, which allow inferring the "status" of respondents, as well as aspects related to the perceptions of patients, especially with regard to access and choice for unorthodox treatments. In theory, the sociology of Pierre Bourdieu will be used and discussed critically in this research, mainly with the concepts of habitus and capital, the latter in its different aspects, economic, social and symbolic. This perspective provides a theoretical framework suitable for the analysis of MT and MAC while cultural practices used by different social groups in Brazilian society. Among findings, are perceived differences in the use of MT and MAC for different patient profiles, since there are patients who exclusively use MT, generally have low levels of education, low family income and tend to use public service health. Whereas, patients who exclusively use MAC has highly educated, high income and tend to use the service with private health insurance. There are also patients who use MT and MAC at the same time represented by a different profile of patients. Accordingly, it is suggested that the difference in the use of unconventional therapies may refer to a process of social differentiation, in that the values of different groups within a society increasingly fragmented as Brazil are related to a relevant classificatory power defined by its location in the class structure
Subject: Doença crônica
Iniquidade social
Terapias complementares
Medicina tradicional
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SPADACIO, Cristiane. Medicinas tradicionais, alternativas e complementares como marcadores de diferenciação social. 2013. 225 p. Tese (Doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/311410>. Acesso em: 22 ago. 2018.
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Spadacio_Cristiane_D.pdf15.55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.