Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310912
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Prevalencia de seis mutações no gene CFTR em portadores de fibrose cistica da região de Campinas
Author: Correia, Cyntia Arivabeni de Araujo
Advisor: Bertuzzo, Carmen Sílvia, 1963-
Abstract: Resumo: A Fibrose Cística (FC) é uma doença genética de padrão de herança autossômica recessiva com incidência de 1/2.500 indivíduos e uma freqüência de portadores de 1/25 nos indivíduos caucasóides. A doença é progressiva e apresenta como manifestação clínica a obstrução respiratória crônica, infertilidade masculina e deficiência de ganho de peso pelo dano ao pâncreas exócrino. A maioria dos pacientes tem níveis elevados de eletrólitos no suor. O gene responsável pela doença foi localizado no cromossomo 7, possui 27 exons, e é denominado CFTR (¿Cystic Fibrosis Transmembrane Conductance Regulator Gene¿). Existem mais de 1.200 mutações descritas em todo o gene, a mais freqüente, a DF508, é caracterizada como uma deleção de três pares de bases, o que determina a perda de uma fenilalanina na posição 508 da proteína CFTR, a qual forma um canal para o transporte dos íons cloro. O defeito básico está associado com a diminuição da condução de íons cloro- através da membrana apical de células epiteliais. O objetivo deste trabalho foi determinar a prevalência de seis mutações em pacientes portadores de Fibrose Cística na região de Campinas e estabelecer associação entre o genótipo e o quadro clínico.A mutação DF508, que é a mundialmente mais freqüente, foi encontrada em 50% dos 140 alelos analisados nesse estudo. Este dado concorda com os dados da literatura. Em seqüência as outras mutações mais encontradas foram: G542X (4,29%), R1162X (2,14%), N1303K (1,43%) e R553X (0,71%), sendo que a mutação G551D não foi encontrada. Com exceção da G542X que foi encontrada com uma freqüência menor do que a descrita na literatura e a G551D que não foi encontrada, as demais mutações estão de acordo com os dados publicados. Dos 70 indivíduos analisados, somente oito não apresentaram manifestação digestiva. Destes, nenhum possuía a mutação DF508 nos dois alelos. Com relação ao escore de Shwachman,apenas um paciente homozigoto para a DF508 teve o escore classificado como grave

Abstract: Cystic Fibrosis (FC) is a genetic autossomic recessive disease with an incidence of 1/2.500 life births and a carrier frequency of 1/25 in the caucasian population. The disease is progressive and present as a clinical manifestation the respiratory chronic blockage, male infertility and deficiency to gain weight caused for the damage to the exocrine pancreas. The majority of the patients has raised electrolyte levels in the sweat. The gene responsible is located in chromosome 7, and it has 27 exons, and is called CFTR ("Cystic Fibrosis Transmembrane Conductance Regulator Gene"). Over 1.200 mutations have been described all over the gene and the mutation DF508 is the most frequent, and is characterized as a deletion of three bases pairs, which determines the loss of a phenylalanine in position 508 of protein CFTR. The basic defect is associated with the reduction of the conduction of íons Cl- through the apical membrane of epithelial cells. The CFTR forms a channel for the transport of this ion. The aim of this work was to determine the prevalence of the six more frequent mutations in patients with Cystic Fibrosis in Brazil and to establish association between the type of mutation and the clinical feature. Mutation DF508, that is the most worldwide frequent one, was found in 50% of the 140 alleles analyzed in this study. This data agree with previously description on the literature. In sequence, the other found mutations were: G542X (4,29%), R1162X (2,14%), N1303K (1,43%) and R553X (0,71%). The G551D mutation was not found. With exception of the G542X mutation, wich was found in a slower frequence than literature, and G551D mutation wich was not found in our sample, the others mutations frequencies are according to the literature data. Of the 70 analyzed individuals, eight did not present digestive manifestation. Of these none had the DF508 mutation in the two alleles. When the Shwachman score was considered, only one homozygous patient for the DF508 mutation was classified as severe disease
Subject: Fibrose cística
Mutação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CORREIA, Cyntia Arivabeni de Araujo. Prevalencia de seis mutações no gene CFTR em portadores de fibrose cistica da região de Campinas. 2005. 135 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/310912>. Acesso em: 5 ago. 2018.
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Correia_CyntiaArivabenideAraujo_M.pdf1.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.