Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310780
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Constituir identidade/ subjetividade na ausência do espelho do olhar = um desafio para a díade mãe-bebê quando a criança é deficiente visual
Title Alternative: Establishing identity/ subjectivity in the absence of the mirror look : a challenge for the mother-baby when the child is visually impaired
Author: Pinto e Silva, Rafael Ferreira, 1982-
Advisor: Moysés, Maria Aparecida Affonso, 1949-
Abstract: Resumo: Este estudo se origina da pergunta: Como pais de crianças deficientes visuais reagem diante do filho não sonhado? Com a finalidade de se aproximar dos sentimentos e expectativas de pais na primeira avaliação de seus filhos em reabilitação visual, procurando compreender afetos, emoções, expectativas e frustrações. Foram entrevistados nove mães e três pais de dez crianças com diagnóstico de deficiência visual e idade entre zero e três anos, participantes do Programa de Intervenção Precoce. Foram informados sobre a pesquisa e assinaram Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Este trabalho foi conduzido pela abordagem qualitativa, pelo método de estudo de caso, com ênfase no paradigma indiciário. Os dados foram coletados por entrevista semi-estruturada e análise de documentos. As entrevistas foram realizadas e transcritas; lidas, relidas, buscando definir as categorias de análise e realizar a análise de conteúdo. O número de sujeitos participantes foi definido por critério de saturação. Elencamos duas categorias de análise: Estigma e Olhar Materno. Discute-se as dificuldades enfrentadas pela criança e seus pais ao vivenciarem uma condição estigmatizante, em especial, os possíveis prejuízos para a constituição da identidade/subjetividade da criança pela ausência do espelho do olhar por sua privação de visão. Aponta-se a necessidade de adequada formação dos profissionais da saúde

Abstract: This study stems from the question: As parents of blind children react to the child does not dream? In order to get closer to the feelings and expectations of parents in the first assessment of their children in visual rehabilitation, trying to understand feelings, emotions, expectations and frustrations. We interviewed nine mothers and three fathers of ten children diagnosed with visual impairment and age between zero and three years, participants in the Early Intervention Program. Were informed about the study and signed a consent form. This work was conducted by a qualitative approach, the case study method, with emphasis on evidentiary paradigm. Data were collected by semistructured interviews and document analysis. The interviews were conducted and transcribed, read, reread, trying to define the categories of analysis and conduct content analysis. The number of participants was defined by criteria of saturation. We list two categories of analysis: Stigma and maternal gaze. It discusses the difficulties faced by children and their parents to experience a stigmatizing condition, in particular, the possible damage to the constitution of identity / subjectivity of the child by the absence of the mirror looking for its deprivation of vision. Pointed out the need for adequate training of health professionals
Subject: Baixa visão
Cegueira
Reabilitação
Pessoal de saúde
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: PINTO E SILVA, Rafael Ferreira. Constituir identidade/ subjetividade na ausência do espelho do olhar = um desafio para a díade mãe-bebê quando a criança é deficiente visual. 2011. 84 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/310780>. Acesso em: 19 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
PintoeSilva_RafaelFerreira_M.pdf1.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.