Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310717
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Depressão e sociedade : estudo das representações sociais da depressão em um grupo de pessoas adultas na cidade de São Carlos
Author: Maroto, Gloria Nilda Velasco
Advisor: Queiroz, Marcos de Souza, 1947-
Abstract: Resumo: A depressão, em suas múltiplas expressões e manifestações de dor e sofrimento, apresenta-se como wn problema a ser investigado porque afeta a integridade fisica, emocional e o papel social do indivíduo. Na coletividade constitui-se nwn grave problema de Saúde Pública, principalmente nas mulheres, e preocupação para os profissionais do campo da Saúde Mental em geral e da Terapia Ocupacional em particular. Embora a literatura reconheça de modo unânime que o fenômeno da depressão é indissociável da experiência de vida do sujeito e das formas em que ocorre a sua inserção na cultura e na sociedade, nas múltiplas respostas apresentadas pela ciência ao problema predominam aquelas fragmentadas em disciplinas. Esta pesquisa objetiva contribuir para ampliar esta limitação teórico-metodológica na compreensão do fenômeno da depressão e da pessoa que se deprime. Para tanto, focalizamos o fenômeno da depressão com abordagem multidisciplinar de interface entre as Ciências Biológicas e Humanas, privilegiando a experiência do sujeito através das suas representações sociais. Este trabalho estuda as manifestações do sofrimento psíquico relacionado com a depressão no contexto do cotidiano do indivíduo, em uma população de 25 pessoas adultas, usuários de wn serviço de ambulatório de Terapia Ocupacional, com queixa e ou diagnóstico de depressão. Através da aplicação de questionário, entrevista aberta, entrevista semi-estruturada e trabalho de campo realizado durante o período de dois anos, analisa particularmente os aspectos socioculturais relativos à vulnerabilidade social relacionada à depressão. Ênfase especial foi dada aos diferentes processos que estão presentes nas situações de sucessivas rupturas dos vínculos sociais e relacionais que são discutidos através de algumas categorias tais como gênero, trabalho, isolamento e relações sociais no âmbito das transformações da sociedade moderna ocidental. Tendo-se em conta que é grande o nível de complexidade do fenômeno da depressão, como todos aqueles conexos aos distúrbios mentais, cujas causas na maioria são desconhecidas, esta pesquisa é uma aproximação, de wn ponto de vista multidisciplinar, à esta complexidade

Abstract: The depression, in its multiples expressions and manifestations of pain and suffering, presents itself as a problem to be investigated not only because it affects the physical and emotional integrity of the individual, .but. also his/her social role. In the community it constitutes a serious problem of public health, prevailing among women, and a serious marter to be dealt by professionals in the field of mental health particularly those ones concemed with Occupational Therapy. However literature proposes in an almost unanimous way that, the phenomenon of depression is inextricably linked to the experience of life of an individual and the way he/she is inserted in the context of society among the several answers given by science to the problem, prevail those fragmented in disciplines. Our research objects to contribute to amplify this limitation of a theorical-methodological order in the comprehension ofthe depression and the depressed humain being. To reach so, we focused on the marter trying to use a multidisciplinary approach, taking care not to separate Biological and Human Sciences, creating an interface to work, where both were of utmost importance. This work studies the manifestations of the psychic suffering related to depression, in the context of the daily life of the individual, and the social behavioral changes and the resulting problems of depression in a group of 25 people. The group was chosen among regular users (patients) ofthe Occupational Therapy clinic. AlI them adults, twenty -one women, four men, average age of 45 years complaining about and diagnosed with depression, through an application of a questionnaire and an interview. Each interview session lasted at least an hour, and the work field (analysis) was carried out during two years, looking into social and cultural aspects related to the social vulnerability related to depression. The different processes present in situations of successive ruptures in the social links and relations, plus the conflicts ofvalues, and social isolation present in the social and cultural insertion of the individual are vastly discussed through the geme, work and other aspects of the transformations of the modem Occidental Society. Taking into account the complexity of the depression phenomenon, as compared to all mental disturbances, which have clear roots and reasons unknown. Our research is simply an approximation of the topic in a multidisciplinary point of view
Subject: Saúde mental
Terapia ocupacional
Promoção da saúde
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MAROTO, Gloria Nilda Velasco. Depressão e sociedade: estudo das representações sociais da depressão em um grupo de pessoas adultas na cidade de São Carlos. 2002. 2v. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/310717>. Acesso em: 2 ago. 2018.
Date Issue: 2002
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Maroto_GloriaNildaVelasco_D.pdf27.2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.