Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310466
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Comportamento reologico e terminologia dos alimentos utilizados pelos profissionais de fonoaudiologia e nutrição nas intervenções em disfagia em uma perspectiva interdisciplinar
Title Alternative: Rheological behavior and terminology of texture modified foods and thickened fluids used for dysphagia's team in a interdisciplinary perspective
Author: Pinto, Marina de Sordi
Advisor: Mourão, Lucia Figueiredo, 1971-
Abstract: Resumo: Na área da disfagia a interdisciplinaridade é imprescindível e defendida por pesquisadores e clínicos. Dentre as dificuldades encontradas no trabalho em equipe está a ausência de terminologia comum entre os profissionais, o que traz riscos na atenção ao paciente bem como dificuldades na reprodutibilidade de pesquisas. Considerando a ausência de terminologia comum dos diferentes alimentos utilizados nos procedimentos com pacientes disfágicos no Brasil e a importância da uniformização da terminologia utilizada por profissionais que atuam interdisciplinarmente, propõe-se este estudo. Objetivo: Estudar o comportamento reológico e a terminologia dos alimentos utilizados pelos profissionais de nutrição e de fonoaudiologia de serviços de atendimento em disfagia no Estado de São Paulo. Material e Método: Os dados foram coletados por meio da aplicação de questionários com nutricionistas e fonoaudiólogos de equipes de intervenção em disfagia. O questionário possibilitou o levantamento dos alimentos rotineiramente utilizados na prática clinica bem como de sua terminologia e abordou questões sobre a atuação interdisciplinar. O comportamento reológico dos alimentos (viscosidade) foi determinado em laboratório por meio de reômetro com spindles específicos para cada classificação de viscosidade. Resultados: Os profissionais colaboradores utilizam alimentos com características reológicas similares, porém os nomeiam de diferentes formas. Os fonoaudiólogos relataram 33 termos para 07 classes de alimentos, segundo a proposta australiana. Os nutricionistas relataram 13 termos. Foram analisadas 08 equipes, sendo que 04 equipes apresentaram termos em comum entre os profissionais de nutrição e de fonoaudiologia. Conclusão: Os resultados evidenciam dificuldades na atuação interdisciplinar, bem como que diferentes terminologias são utilizadas para descrever alimentos na mesma faixa de viscosidade pelos participantes deste estudo

Abstract: Interdisciplinarity is essential and supported by researchers and clinicians in the area of dysphagia. Among the difficulties in working in teams to dysphagia is lack of standadised labels carries risks in patient care as well as difficulties in the reproducibility of research. Considering the lack of common labels of thickened fluids and texture-modified foods used in procedures with dysphagic patients in Brazil and the importance of standardizing the labels is proposed this study. Purpose: Study the number of levels and labels of thickened fluids and texture-modified foods as used by teams of speech-language pathologist and nutritionists of dysphagia's services of São Paulo based on Australian standardised labels and definitions and rheological behavior. Methods: Data were collected from semi-structured questionnaires with speech-language pathologists and nutritionists teams of dysphagia. The questions were about foods used in clinical practice and the form of classification, inclued the number of levels and labels used, and about the interdisciplinary performance. The viscosities were measured in centipoise (cP) and the foods and fluids were classified according to rheological behavior. The last pass was the classified's food according to the standard proposed by Australia. Results: Was analyzed 18 questionnaires from speech-language pathologists and 06 from nutritionists. They reported used foods of the same rheological behavior in their pratices. Speech-language pathologists were related 33 differents labels to 07 levels of food textures and fluid thickness based on Australian standardised. Nutritionists were related 13 differents labels. Of 08 teams examined, 04 have the same labels. Conclusion: The data showed difficulty of interdisciplinary performance. Differents terminology used to describe foods in the same range of viscosity
Subject: Transtornos de deglutição
Reologia
Interdisciplinaridade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: PINTO, Marina de Sordi. Comportamento reologico e terminologia dos alimentos utilizados pelos profissionais de fonoaudiologia e nutrição nas intervenções em disfagia em uma perspectiva interdisciplinar. 2010. 67 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/310466>. Acesso em: 15 ago. 2018.
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pinto_MarinadeSordi_M.pdf311.76 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.