Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309753
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: A percepção de professores de educação infantil sobre a atuação fonoaudiológica na escola
Title Alternative: The perception of teachers from infant education in the performance of the speech therapist in school
Author: Fernandes, Denise Maria Zaratini, 1986-
Advisor: Silva, Ivani Rodrigues, 1955-
Abstract: Resumo: A fonoaudiologia nasceu junto à educação em uma interface reabilitadora, na qual deveria corrigir os desvios da língua, no entanto, em sua trajetória afastou-se da escola e concentrou sua atuação em consultórios e clínicas particulares. Por ser uma profissão que possui um grande leque de atuações e por estar inserida em diversos espaços ocupacionais, em um momento mais recente a escola voltou a ser cenário para a atuação deste profissional, principalmente em instituições de educação infantil, pois nesta faixa etária a criança adquire novos conceitos e inicia a linguagem oral. Apenas a partir de 2005, o Conselho Federal de Fonoaudiologia normatiza a atuação fonoaudiológica dentro da escola, propondo ações que pudessem favorecer o processo de ensino e aprendizagem como: orientação, capacitação e assessoria aos professores, observações e triagens fonoaudiológicas, além de contribuir para a realização de planejamentos e práticas pedagógicas. Desta forma, a representação do profissional fonoaudiólogo pelos membros da equipe escolar foi construída em função de sua atuação mais voltada à prática clínica. No entanto, para que o fonoaudiólogo se firme como um profissional importante dentro da escola é necessário que haja um trabalho junto aos pedagogos, com a equipe técnica, e com toda comunidade escolar. Desta forma, o fonoaudiólogo deve deixar de ser apenas um assessor do trabalho do professor e estabelecer com ele uma relação de parceria, buscando ações em conjunto em sala de aula que favoreçam os alunos como um todo. Considerando este contexto, o presente estudo tem por objetivo analisar a percepção de professores de educação infantil sobre a atuação do fonoaudiólogo na escola. Participaram do estudo 7 sujeitos, sendo 6 professoras de educação infantil e uma pedagoga de educação especial e através dos dados obtidos, com a realização de entrevistas semiestruturadas, buscamos realizar o tratamento dos dados coletados utilizando a Análise de Conteúdo. Nossos achados sugerem que este grupo de professoras apresenta um conhecimento restrito sobre quem é o fonoaudiólogo e qual é a sua atuação. Em geral, designam esse profissional como um especialista que trabalha com algum aspecto relacionado à saúde, como por exemplo: a voz. É necessário, portanto, que haja uma ação específica dos fonoaudiólogos no âmbito escolar, promovendo maior conhecimento a respeito de sua atuação, além disso, é importante que se tenha uma troca de saberes entre as áreas da fonoaudiologia e da pedagogia desde a graduação. As mudanças que buscamos para a fonoaudiologia escolar não ocorrerão rapidamente, nem tampouco com ações isoladas e esporádicas, mas sim através de um processo em que é primordial a participação de fonoaudiólogos que estão inseridos nas escolas, para que promovam ali ações concisas e contínuas colaborando para a transformação do ambiente escolar

Abstract: Speech therapy was born with education in a rehabilitation interface, on which it should correct the deviations in language. However, during its trajectory, it withdrew from schools and focused on its actuation in clinics and private offices. Speech therapy has had a recent return to infant schools, mostly because during the early ages children acquire new concepts and starts oral communication. In the beginning of the profession, the Speech therapy activity was centered in evaluating the school population aiming to detect disturbances in speech or written communication, which were forwarded to treatment outside of the school. Some cases were treated in the school, which is currently vetoed by the Federal Council of Speech therapy. Only after 2005, the Federal Council of Speech therapy determined the actuation of the speech therapy inside the school, after which a new approach would be needed to include in this actuation more than evaluation and forwarding, allowing the speech therapy to work alongside pedagogues, technical staff and the entire school community. To act according to this new approach, it¿s understood that the speech therapy must become more than an assistant to the professor, stablishing a relation of partnership, aiming to reach the students as a whole. Considering this context, this study aims to analyze the perception of professors acting in infant education on the actuation of the speech therapist in school. Seven professors were part of the study and, through the data obtained via structured interviews, it was sought to analyze the data using the Content Analysis. The findings suggest that the professor presents a restricted knowledge about who is the speech therapy and what is their function. In general, they designate this professional as a specialist that works with some aspect related to health, for example: the voice. Therefore, it¿s necessary for the speech therapist to act in the school scope, promoting a higher knowledge about their acting. Besides, there must be a knowledge exchange between speech therapy and pedagogy since graduation. The changes we seek for speech therapy will not happen quickly, nor with isolated and sporadic actions, but through a process on which is essential the participation of speech therapist inserted in schools, where they will promote concise and continuous actions, collaborating for the transformation of the school environment
Subject: Percepção
Educação de crianças
Fonoaudiologia
Editor: [s.n.]
Citation: FERNANDES, Denise Maria Zaratini. A percepção de professores de educação infantil sobre a atuação fonoaudiológica na escola. 2016. 1 recurso online (105 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/309753>. Acesso em: 29 ago. 2018.
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fernandes_DeniseMariaZaratini_M.pdf1.38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.