Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309469
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Análise de interações medicamentosas em prescrições de unidade de terapia intensiva do Hospital das Clínicas - HC Unicamp : importância da farmácia clínica em terapia intensiva
Title Alternative: Drug interaction analysis in medical prescriptions at the Intensive Care Unit (ICU) from Hospital das Clínicas (HC, Unicamp) : relevance of Clinical Pharmacy in Intensive Care Unit (ICU)
Author: Rodrigues, Aline Teotonio, 1984-
Advisor: Mazzola, Priscila Gava, 1979-
Abstract: Resumo: A incidência de interações medicamentosas em prescrições de unidades de terapia intensiva (UTI) é conhecidamente superior ao número de interações observado em outros setores hospitalares. O nível de complexidade tecnológica desta unidade, o elevado número de medicamentos a que os pacientes estão expostos e as dificuldades inerentes aos cuidados críticos são fatores que evidenciam a necessidade de elaborada avaliação da farmacoterapia utilizada em medicina intensiva. A atuação do farmacêutico clínico, composta entre outros fatores, pelo rastreamento e detecção de interações medicamentosas potenciais teóricas (IMPT), pode ser vista como uma colaboração importante para a qualidade do serviço e mais uma contribuição para a segurança no uso dos medicamentos em UTI. Este estudo baseia-se na avaliação de uma amostragem de prescrições médicas de UTI e tem por objetivo avaliar a incidência de IMPT em prescrições feitas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital da rede pública de saúde (Hospital de Clínicas - UNICAMP), quantificá-las e classificá-las quanto ao seu grau de severidade, traçando com isso um perfil das IMPT presentes nas prescrições deste setor. No período de janeiro a dezembro de 2011 foram avaliadas prescrições de 369 pacientes, todos maiores de 18 anos, média de idade de 57,03 ± 14,62, internados por mais de 24 horas na UTI adulto. Foram prescritos no período avaliado 205 diferentes tipos de medicamentos, média de 13,04 ± 4,26 por prescrição. Entre as prescrições avaliadas 89% apresentaram interações medicamentosas potenciais teóricas, obtendo-se uma média por prescrição de 5,00 ± 5,06. Os 405 tipos de IMPT observadas nas prescrições foram classificadas, utilizando a base de dados Micromedex®, destacando-se a prevalência das IMPT moderadas e graves, presentes em 74% e 67% das prescrições, respectivamente. Além dos dados relativos ao perfil farmacoterapêutico da UTI em estudo, foi observada ainda na pesquisa correlação estatisticamente significativa entre as IMPT e tempo de internação em UTI dos pacientes e o número de medicamentos prescritos. Os resultados encontrados contribuem para o delineamento do perfil de risco relativo às IMPT em terapia intensiva, demonstrando que há uma elevada incidência de interações medicamentosas potenciais moderadas em prescrições de UTI. Ressalta-se com ele a necessidade de atuação do farmacêutico clínico nesta área, a fim de contribuir com a equipe multidisciplinar na redução de riscos provenientes da terapia medicamentosa

Abstract: The incidence of drug interactions in prescriptions of intensive care units (ICU) is known to exceed the number of interactions than the observed in other hospital settings. The level of technological complexity of this unit, the elevated number of drugs to which patients are exposed and the difficulties inherent in critical care are factors that highlight the need for elaborated evaluation of pharmacotherapy used in intensive care medicine. The role of the clinical pharmacist, composed among other factors, by tracking and detection of theoretical potential drug interactions (TPDI), can be seen as an important contribution to the quality of service and as another security barrier to the use of medication in the ICU. This study is based on the evaluation of a sample of medical prescriptions of ICU and aims to assess the existence of theoretical potential drug interactions in prescriptions made in the Intensive Care Unit (ICU) of a public health hospital (Clinic Hospital - UNICAMP), to quantify and classify them as to their degree of severity, tracing with it a profile of present TPDI in this setting. From January to December 2011, prescriptions of 369 patients were evaluated, all over 18 years old, mean age of 57.03 ± 14.62, hospitalized for more than 24 hours in adult ICU. Two hundred five different types of drugs were prescribed in the study period, average of 13.04 ± 4.26 per prescription. Among the evaluated prescriptions, 89% presented theoretical potential drug interactions, resulting in an average of 5.00 ± 5.06 per prescription. The 405 types of observed TPDI in the prescriptions were classified using database Micromedex ®, highlighting the prevalence of moderate and severe TPDI present in 74% and 67% of prescriptions, respectively. In addition to the data on pharmacotherapeutic profile of ICU under study, it was observed in the survey statistically significant correlation between TPDI and duration of hospital stay in the ICU and the number of prescription drugs. The results contribute to design the relative risk profile of TPDI in intensive care, showing that there is a high incidence of moderate potential drug interactions in prescriptions of ICU. The results emphasized the need for performance of the clinical pharmacist in this area, in order to contribute to the multidisciplinary team to reduce risks from drug therapy
Subject: Interações de medicamentos
Cuidados críticos
Uso de medicamentos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: RODRIGUES, Aline Teotonio. Análise de interações medicamentosas em prescrições de unidade de terapia intensiva do Hospital das Clínicas - HC Unicamp: importância da farmácia clínica em terapia intensiva. 2013. 116 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/309469>. Acesso em: 22 ago. 2018.
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rodrigues_AlineTeotonio_M.pdf1.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.