Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309050
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Educação em saúde = saberes e práticas de enfermeiras das equipes saúde da família em Santarém no Pará
Title Alternative: Health education : knowledge and practice of nurses in family health teams in Santarém, Pará, Brazil
Author: Figueira, Maura Cristiane e Silva
Advisor: Silva, Eliete Maria, 1960-
Abstract: Resumo: As práticas educativas no campo da Educação em Saúde são consideradas instrumentos que compõem o processo de trabalho em saúde e que norteiam as ações da enfermeira, especialmente na Estratégia Saúde da Família (ESF). A partir dessa perspectiva, elaboramos este estudo, que tem como objetivo analisar os saberes e práticas educativas de enfermeiras no contexto das unidades de saúde da família em Santarém no Pará. Utilizamos como referencial teórico o Processo de Trabalho em Saúde e a Educação Popular em Saúde. O estudo tem uma abordagem qualitativa e descritiva das práticas realizadas pelas enfermeiras no cotidiano da profissão e das influências referidas por elas ao realizar as atividades educativas. A coleta de dados baseou-se em entrevistas semi-estruturadas e observação de práticas educativas indicadas pelas enfermeiras, submetidas à técnica de análise de conteúdo. Foram entrevistadas 15 enfermeiras das unidades da zona urbana, destas 13 na faixa etária entre 30 a 49 anos; oito formadas entre 10 a 15 anos, considerados início da consolidação da vida profissional; 13 cursaram graduação em instituição privada; 10 têm de 13 a 16 anos de trabalho na atenção primária e 11 de 5 a 12 anos na ESF; 14 têm curso de especialização em Saúde da Família. As categorias temáticas destacadas foram: Concepções das enfermeiras sobre educação em saúde; Práticas educativas e o processo de trabalho na ESF e as influências nas práticas educativas; Tendência à educação popular nas práticas educativas na ESF e Valor e confiança no trabalho da enfermeira. As concepções das enfermeiras sobre educação em saúde demonstram enfoque pautado no modelo hegemônico com o objetivo de modificar comportamentos prejudiciais à saúde. O processo de trabalho é baseado nos programas ministeriais e os instrumentos são utilizados de maneira individual, nos grupos e na família. As influências dificultadoras referem-se à falta de transporte para as visitas domiciliárias, ao excesso de participantes nos grupos, a falta de infra-estrutura e materiais didáticos na unidade; as facilitadoras referem-se ao vínculo, ao apoio no trabalho em equipe, principalmente pelo agente comunitário, e as parcerias com instituições da comunidade. Percebemos uma tendência ao enfoque da educação popular em saúde com a valorização de práticas da própria comunidade (benzedeiras e parteiras) e parcerias com entidades na realização do trabalho. A valorização e a confiança no trabalho das enfermeiras também foram destacadas. Os resultados mostram interesse externado pelas enfermeiras em reorientar suas práticas educativas utilizando meios alternativos de modo a divergir das práticas convencionais e tradicionais do modelo hegemônico.

Abstract: Educational practices in the health education field are considered as instruments composing the work process in health and guiding the actions of the nurse, especially those in the Family Health Estrategy (FHE). From this perspective, we idealized this study, which aims to analyze the knowledge and educational practices of nurses in the context of family health units in Santarém, Pará State. We used as theoretical reference the work process and popular education in health care. This study has a qualitative and descriptive approach of the practices performed by nurses in everyday work and influences to carry out educational activities. Data collection was based on semi-structured interviews and observation of educational practices performed by the nurses. We interviewed 15 nurses from the urban area. The thematic categories highlighted were: conceptions of nurses on health education; educational practices and work processes in the FHE and the influences on educational practices; tendency of popular education in educational practices in the FHE; and value and trust of the nurse's labor. The nurse's concepts on health education demonstrate a focus on the prevailing model aiming to modify injurious behaviors to the health. The working process is based on ministerial programs and instruments are used individually, in groups and family. The lack of transportation for home visits, the excess of participants in the groups, lack of infrastructure and teaching materials in the units are considered the most expressive difficulties. On the other hand, the link to; the support to the teamwork, especially by the agent community, and partnerships with community institutions facilitated their work. We noticed a tendency to focus on popular health education with the valuation practices of the community (traditional healers and midwives) and partnerships with entities in carrying out the work. Valuation and confidence in the work of the nurses were also highlighted. The results show that the nurses are willing to reorient their educational practices by using alternative ways in order to be unlike from conventional practices and traditional hegemonic model.
Subject: Programa Saúde da Família (Brasil)
Educação em saúde
Enfermagem
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FIGUEIRA, Maura Cristiane e Silva. Educação em saúde = saberes e práticas de enfermeiras das equipes saúde da família em Santarém no Pará. 2010. 113 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/309050>. Acesso em: 16 ago. 2018.
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Figueira_MauraCristianeeSilva_M.pdf1.82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.