Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308422
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: O ruido, as alterações auditivas e o trabalho : estudo de casos em industrias metalurgicas de Piracicaba
Author: Gonçalves, Claudia Giglio de Oliveira
Advisor: Iguti, Aparecida Mari, 1955-
Abstract: Resumo: Neste estudo se procurou verificar as reais condições dos trabalhadores expostos a ruído. e do controle do ruído em uma população de trabalhadores no município de Piracicaba - SP. Os objetivos do estudo foram: caracterizar os trabalhadores portadores de Perdas Auditivas Induzidas por Ruído notificadas no município de 1997 a 2001, descrever a população atendida no Programa de Saúde do Trabalhador nesse período, analisar os Programas de Conservação Auditiva de quatro empresas metalÚfgicas e descrever a percepção de trabalhadores, responsáveis pelas empresas e fonoaudiólogos sobre questões referentes à PAIR. As etapas da pesquisa foram: 1) análise das Comunicações de Acidentes de Trabalho - CAT abertas por perda auditiva induzida por ruído - PAIR; 2) análise dos dados de trabalhadores atendidos para avaliação audiológica no Programa de Saúde do Trabalhador; 3) estudo de caso em quatro empresas para observar as ações para preservação da audição; 4) descrição da percepção dos trabalhadores em relação ao trabalho, o ruído e a PAIR, a partir de relatos em grupos e questionários; e comentários de responsáveis pelas empresas e fonoaudiólogos em serviços públicos. Foram analisadas 282 Comunicações de Acidentes de Trabalho para PAIR. A maioria dos trabalhadores com CAT concentram-se na faixa etária de 41 a 50 anos de idades e são oriundos do setor metalúrgico. No mesmo período, foram atendidos no PST, 218 trabalhadores para avaliação audiológica. Destes, 53% apresentaram PAIR, possuem de 41 e 50 anos de idade (58,7%) e 16 a 20 anos (65,2%) de exposição ocupacional ao ruído. Foram analisados 714 trabalhadores nas quatro empresas estudadas, com um total de 2270 exames audiométricos, que possuem tempo de serviço de 1 a 13 anos (60%), média de idade de 37,2 anos e 41% apresentam PAIR. Os níveis de pressão sonora nas empresas foram de 65 a 105 dB(A), sendo que 69,5% dos trabalhadores encontram-se expostos a níveis de pressão sonora superiores a 83 dB(A). Nas empresas estudadas, encontrou-se somente uma medida coletiva de controle do ruído (enclausuramento de um motor). Na avaliação qualitativa apresenta-se a narrativa que envolve a percepção de 25 trabalhadores com PAIR sobre seu trabalho a as condições da exposição ao ruído, o desenvolvimento de sintomas decorrentes do ruído, as incapacidades auditivas e suasconseqüências em função da PAIR, as estratégias que utilizam para superar suas dificuldades e as medidas preventivas da audição. As incapacidades auditivas e handicaps foram também avaliados por questionário em 80 trabalhadores portadores de PAIR, analisados quanto às faixas de limiares auditivos para a melhor orelha (39 com limiares até 25 dB), função (24 caldeireiros), tempo de serviço (média de 20,1 anos), idade (média de 42,3 anos). 32,5% dos trabalhadores não souberam avaliar a gravidade de seu problema auditivo e 31,2% consideraram-no "moderado". As questões sobre as dificuldades em ouvir sons ambientais foram as mais relatadas. Obteve-se alguns dados junto aos responsáveis pelas empresas estudadas quanto aos Programas de Conservação Auditiva, responsabilidade sobre os portadores de PAIR e relato de seus receios e apreensões. Descreveu-se o olhar de alguns fonoaudiólogos nos Serviços Públicos voltados aos trabalhadores, resgatando-se o início destes serviços e seu funcionamento atual. Concluímos que o ruído continua presente nas áreas de produção, levando ao desenvolvimento da PAIR e que as legislações não estão sendo cumpridas em relação à conservação da audição. As ações privilegiadas como sendo de preservação da audição foram a realização de audiometrias e a utilização de protetores auriculares. Porém, os exames audiométricos não foram realizados em todos os trabalhadores e a orientação e controle para a utilização de protetores nem sempre foram realizadas. O impacto da PAlR compromete a qualidade de vida de seu portador e sua família, observado com maior detalhes através dos depoimentos nos grupos de trabalhadores do que pelo questionário aplicado

Abstract: This study aims to verify the real conditions ofworkers exposed to noise and noise controls in a population ofworkers in the city ofPiracicaba - SP. The objectives ofthis study were: to characterize the workers with Nose Induced Hearing Loss (NlHL) registered in the city ttom 1997 to 2000, describe the population assisted by the Worker's Health Prograrn in this period, analyze the Hearing Conservation Programs of four metallurgic industries, anddescribe the perception of workers, industrial managers and Hearing and Speech specialists concerning NlHL. The steps of the research project were: 1) analysis of the register for Workers Compensation Injuries for noise induced hearing loss - NIHL 2) analysis of the data on workers seen for hearing evaluation in the Worker's Health Prograrn; 3) case studies in four industries to observe the practices for hearing preservation; 4) description of the perception of workers about work, noise and NlHL through reports in groups and a questionnaire, and commentaries of those responsible for the industry, and Hearing and Speech specialists in public services. Two hundred and eighty-two workers' accident reports for NlHL were analyzed. Most of the workers with accident reports were between 41-50 years of age and carne ttom the metallurgic sector. In the same period, 218 workers were assisted in the Worker's Health Prograrn for hearing evaluation. Ofthese, 53% presented NlHL, 58.7% were 41-50 years of age and 65.2% had been exposed to occupational noise for 16-20 years. In the 4 industries, 714 workers were analyzed with a total of2,270 audiometric exams. Ofthese workers, 60% had been working for 1-13 years, the average age was 37.2 and 41% presented NIHL. The levels of sound pressure were ttom 65 to 105 dB, with 69.5% ofthe workers exposed to levels of sound pressure higher than 83 dB. In the industry studies, only one collective means of noise control was found (enclosed machine). A qualitative evaluation involved 25 hearing-impaired workers who narrated their perception oftheir work and the conditions of exposure to noise, the development of symptoms due to the noise, hearing loss and its consequences, the strategies used to overcome their difficulties and the preventative methods against hearing loss. The hearing loss and handicaps were also evaluated through a questionnaire in 40 workers with NIHL, analyzing the levels of hearing thresholds for the better ear (39 with threshold until 25 dB), function (24 boilermakers), length of time working (mean of 20.1 years), age (mean of 42.3). Of the workers, 32.5% did not know how to evaluate the seriousness of their hearing problem and 31.2% considered it "moderate." Difficulties in hearing sounds ITomthe environment was the issue most often reported. Some data was obtained ITomthe people responsible for the industries studied concerning the Hearing Conservation Programs, the responsibility for those with NIHL, and a report on their worries and apprehensions. The perspective of the Public Service hearing and speech specialists was described regarding workers and the functioning of the services when they were initiated and now. We conclude that noise continues to be present in the areas of production, causing the development of NIHL and that legislation is not being followed in relation to hearing conservation. The preferential practice for hearing preservation was audiometric tests and the use of protective hearing devices. However, audiometric exams were not carried out on all workers and orientation and control in the use of protective devices was not always done. The impact of NIHL compromises the quality of live of the impaired and hislher family. This issue was observed with greater detail ITomthe reports of the work groups rather than the questionnaire
Subject: Doenças profissionais
Ruído - Efeito fisiológico
Surdez provocada por ruído
Programas de saúde
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: GONÇALVES, Claudia Giglio de Oliveira. O ruido, as alterações auditivas e o trabalho: estudo de casos em industrias metalurgicas de Piracicaba. 2003. 326p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/308422>. Acesso em: 3 ago. 2018.
Date Issue: 2003
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Goncalves_ClaudiaGigliodeOliveira_D.pdf53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.