Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308268
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: A reorganização familiar no primeiro mes pos-parto : como fica a amamentação?
Author: Oliveira, Regina Celia Caon
Advisor: Shimo, Antonieta Keiko Kakuda, 1953-
Abstract: Resumo: Este estudo originou-se da necessidade de conhecermos o motivo pelo qual as mulheres/mães deixavam de amamentar exclusivamente seus bebês ainda no primeiro mês de vida, tendo recebido informações sobre a importância da amamentação, suas vantagens e manuseio do processo. Utilizamos a pesquisa descritiva exploratória com abordagem qualitativa, com o objetivo de apontar as representações dos fatores intradomiciliares que a família possui e que influenciam a manutenção da amamentação durante o primeiro mês após o parto; e de identificar como a família se reorganiza para a manutenção da lactação no mesmo período e os fatores que favorecem a resiliência. Os sujeitos da pesquisa foram mulheres/mães e suas respectivas famílias vivenciando o primeiro mês pós-parto, com amostragem definida por saturação de dados. A coleta destes realizou-se no próprio domicílio das famílias participantes, em dois momentos: na primeira semana após a alta hospitalar e ao final do primeiro mês de vida do bebê, envolvendo as mulheres/mães e os membros da rede social que se formou em conseqüência do nascimento do bebê. Foram utilizados cinco instrumentos para a coleta de dados: a) genograma; b) mapa de rede social de cada um dos participantes; c) entrevista semi-estruturada; d) observação participante; e) diário de campo. Realizamos a análise de conteúdo sob o referencial da teoria de sistemas, rede de apoio social e resiliência. Das nove mulheres/mães pesquisadas em conjunto com suas famílias, somente duas estavam amamentando ao final do primeiro mês; duas deixaram de amamentar, mas retomaram; quatro amamentavam, mas usavam fTeqüentemente leite artificial; e uma desmamou na primeira semana de vida do bebê. Identificamos que, com o nascimento de um bebê, uma série de mudanças ocorrem no sistema e na dinâmica de funcionamento da família, o que influencia no processo de adaptação e socialização do bebê na trama familiar, no comportamento e nas relações entre os membros familiares e dos que fazem parte da rede de apoio familiar. A rede reorganizou-se em decorrência do nascimento do bebê, mas, com o passar dos dias, vai se deslocando devido aos papéis assumidos. Esses fatores são decisivos para que as mulheres/mães amamentem seus bebês, considerando-se a forma de reorganização e o uso das forças familiares. Assim, concluímos que a amamentação não pode ser encarada como um processo livre das influências dos familiares e comunitárias, que depositam nas mulheres/mães a responsabilidade única de amamentar. A assistência deve ser repensada, pois não vemos possibilidade de melhoria nos índices de aleitamento matemo se estes não forem considerados no contexto das mulheres/mães e suas famílias. Palavras-chave: aleitamento matemo, puerpério, família

Abstract: This study was bom from the necessity of knowing the reason by which the women/mothers would stop to nurse exclusivelytheir babies while still in their first year of life, having received information about the importance of nursing, its advantages and how to do it correctly. We have utilized the descriptive exploratory research with a qualitative approach aiming at showing the representations of the household factors, that the family has and influence the maintenance of nursing during the first month afier birth. We have a1so identified how the family adjusts itself and the factors which protect the resilience. We have studied women/mothers and their families in their first month afier the birth and obtained the completion of data table. The obtaining of this data was made in their own houses at two di:fferentmoments: on the first week afier leaving the hospital and at the end of the baby's first month, involving the women/mothers and the members of the social network that was formed as a consequence of the birth of the baby. Five instruments were used for the colIection of the data: a) "genogram" or colIection "familygram"; b) chart of the social network for each of the studied families; c) semi-structured interviews; d) participant observation; e) daily activities <liary.We made the content analysis using as reference the systems theory, social support network and " resilience". From the nine women/mothers studied together with their families, only two of them were still nursing their babies at the end of the first month; two had stopped nursing for a period of time but started again later, four were still nursing their babies but frequently with artificial milk, and one stopped nursing completely at the baby's first week. We have identified that with the birth of the baby there are several changes that take place within the family's structure and dynamic functioning; that influences the process of adaptation and socialization of the baby into the family, in the behavior, and in the relationship among the family members and among those that take part in the familynetwork. The familynetwork reorganized itself due to the birth of the baby, but, as time goes by, the family network slowly redjusts according each one's tasks and necessities. These factors are decisive so that the women/mothers nurse their babies, considering the way the family was organized and the use of the family strength. Thus way, we have concluded that nursing cannot be considered a process free from family and community influences and that place the responsibility of e reevaluated, because we don't preview the possibility of improvement in the percentage of mothers that nurse their babies ifwe don't consider it in the familyas a whole
Subject: Aleitamento materno
Período pós-parto
Família
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: OLIVEIRA, Regina Celia Caon. A reorganização familiar no primeiro mes pos-parto: como fica a amamentação?. 2004. 261p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/308268>. Acesso em: 3 ago. 2018.
Date Issue: 2004
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_ReginaCeliaCaon_M.pdf10.87 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.