Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308121
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Estudo da medula ossea em leucemia mieloide aguda do adulto e suas correlações clinicas e laboratoriais
Author: Lima, Carmen Silvia Passos, 1957-
Advisor: Souza, Carmino Antonio de, 1951-
Abstract: Resumo: Foram estudados 68 pacientes adultos com LMA ao diagnóstico, atendidos no Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas. Cada paciente foi avaliado clinicamente (história e exame físico) e laboratorialmente (análise do sangue periférico e da medula óssea, por meio da citologia e histologia). Os resultados desse estudo, em seu conjunto, indicaram que a LMA, em nosso meio, apresenta características clínicas e do sangue periférico semelhantes às descritas para países do hemisfério norte, exceto pelo fato de termos observado freqüências maiores dos sintomas fraqueza, febre e sangramento e anemia mais acentuada, em nossos casos. Os resultados do estudo citológico da medula óssea foram semelhantes às descrições prévias, com exceção das freqüências obtidas para os subtipos Ml, M3, M4 e M7 da LMA, em nossos casos. O estudo citológico mostrou-se superior ao histológico para a realização do diagnóstico da LMA, para a identificação dos subtipos Ml a M6 da classificação FAB e para a identificação da SMD'f. Os resultados do estudo histológico da medula óssea foram semelhantes às demais descrições da literatura, considerando as avaliações das celularidades e das alterações do estroma. O método histológico mostrou-se superior ao citológico para a avaliação desses aspectos, para a quantificação da infiltração da medula óssea por blastos e para a quantificação dos eosinófilos, linfócitos e plamócitos. Possibilitou a realização da reação imuno-histoquímica lisozima, que confirmou a origem mielóide da leucemia aguda, em casos em que esta reação foi realizada. Possibilitou, ainda, a realização da reação imuno-histoquímica fator VIII: fator de von Willebrand, que identificou a leucemia megacarioblástica, em casos da nossa amostra. Concluímos que o uso combinado desses dois procedimentos pode contribuir para a realização do diagnóstico e para a melhor definição de características da doença.

Abstract: Sixty-eight patients diagnosed as having acute myeloblastic leukemia (AML)were studied at the University Hospital of State University of Campinas. All patients were characterized by clinical and hematologycal examination, which included cytology of peripheral blood and bone marrow and histology of bone marrow. In general, clinical and peripheral blood features were both similar to those described in the literature. However, the frequencies of fever, bleeding and weakness were higher than those reported in other countries. In addition, our patients presented more marked anemia. In regard to cytologic study, the most important differences between our patients and those of the literature were related to frequencies of Ml, M3, M4 and M7 subtypes (FAB Classification). The frequency of Ml subtype was higher than that described in previous studies; in contrast, the frequencies for M3, M4 and M7 subtypes were lower than those reported in North European and North American populations. Bone marrow cytology was more reliable than histology to identify Ml to M6 FAB subtypes and myelodisplasic features. Histological study was better than cytological study to evaluate global cellularity and stromal aspects. Moreover, histology was very good 10 quantify infiltration of bone marrow by blasts and to evaluate the presence of eosinophils, lymphocytes and plama cells. Histological study also permitted immunohistochemical analysis using anti-lisozyme and anti-factor VIII (von Willebrand factor) antibodies. These procedures were important to confirm myeloid origin of acute leukemia and to identify the megacaryoblastic subtype (M7), respectively. Taken together, our data suggest that the combined use of cytological and histological studies permit a better definition of AML.
Subject: Leucemia aguda
Medula ossea - Citologia
Medula ossea - Histologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: LIMA, Carmen Silvia Passos. Estudo da medula ossea em leucemia mieloide aguda do adulto e suas correlações clinicas e laboratoriais. 1992. 153 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/308121>. Acesso em: 18 jul. 2018.
Date Issue: 1992
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lima_CarmenSilviaPassos_D.pdf4.89 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.