Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288881
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Investigação na resitencia da união de sistemas adesivos dentarios irradiados com diferentes radiações ionizantes
Title Alternative: Investigation of bond strength of dental adhesive systems irradiated with ionizing radiations
Author: Cruz, Adriana Dibo da
Advisor: Boscolo, Frab Norberto, 1942-
Abstract: Resumo: No presente estudo, materiais adesivos com diferentes modos de aplicação foram submetidos à ação de radiações ionizantes de diferentes energias com o objetivo de verificar a resistência adesiva após irradiação, por meio do ensaio de microcisalhamento, avaliando o padrão de fratura, considerando se as radiações utilizadas podem ser agentes externos capazes de causar degradação da união adesiva. Após aprovação do projeto pelo comitê de ética em pesquisa (protocolo:032/2007), 60 dentes humanos tiveram as coroas seccionadas no sentido mesiodistal, e incluídas em bloco de resina epóxi. As coroas foram lixadas para exposição da dentina média obtendo 120 corpos de provas. Os corpos de prova foram divididos em 3 grupos (n=40), de acordo com os sistemas adesivos usados: SB (Adper ¿ Single Bond Plus), CB (Clearfil¿ SE Bond) e AP (Adper¿ Prompt¿ Self-Etch). Os adesivos foram aplicados em dentina e fotoativados usando LED (Lec 1000, MMoptics, 1000mW/cm2). Sobre as áreas adesivas foram colocados moldes de elastômero (0,5mm de espessura por 1,2mm de diâmetro) com três orifícios que foram preenchidos com resina composta (Filtek¿ Z-250) fotoativada por 20s. Cada grupo foi subdividido em 4 (n=10): GC= grupo controle que não foi irradiado; UV= grupo irradiado com ultravioleta; RXD= grupo irradiado com raios-X de energia para o diagnóstico; e RXT= grupo irradiado com raios-X de energia para terapia. Após irradiação foram realizados testes de microcisalhamento (Instron Inc., modelo 4411) para a avaliação da resistência adesiva, e em seguida foram avaliados os modos da fratura das amostras, classificando-os com 5 escores: 1- fratura adesiva; 2- fratura mista com 75% de exposição dentinária, 3 -fratura mista com 50% de exposição dentinária, fratura mista com 25% de exposição dentinária, e fratura coesiva. Os resultados foram submetidos à ANOVA com os testes de Tukey, Dunnett, Kruskal-Wallis e Dunn ( =0,05). As diferentes radiações ionizantes não causaram alterações na resistência da união dos adesivos CB e AP; somente o adesivo SB exibiu aumento na resistência da união após a exposição com UV (p=0,0267). A UV também alterou os padrões de fratura do adesivo SB (p=0,0000). As alterações na resistência da união adesiva e no padrão de fratura não foram degradantes, mas dependeram tanto da energia das radiações ionizantes como do modo de aplicação dos adesivos. Assim as radiações ionizantes não podem ser consideradas como agentes externos capazes de causar degradação nos materiais adesivos estudados

Abstract: In the present study, adhesive materials with different application types were exposed to ionizing radiations of varying energy with the objective to verify by means of microshear and failure mode test the bond strength after irradiation trying to determine whether the used radiations could be external agents able to degrade the adhesive bond. After approbation of this project by the Ethical Committee for Human Research (protocol number 032/2007), 60 human teeth had its crowns sectioned mesio-distally and then were included into block of epoxy resin. The crowns were sanded to show the medium dentin and to obtain 120 specimens. The specimens were divided into 3 groups (n=40), according to the adhesive systems used: SB (Adper¿ Single Bond Plus), CB (Clearfil¿ SE Bond) and AP (Adper¿ Prompt¿ Self-Etch). The adhesives were applied on dentin and photo-activated using LED (Lec 1000, MMoptics, 1000mW/cm2). Onto the bonding areas were placed customized elastomer molds (0.5 mm-thickness by 1.2mm-diameter) with three orifices which were filled with composite resin (Filtek¿ Z-250) photoactivated during 20s. Each group was subdivided into 4 subgroups (n=10): GC=control group without irradiation; UV=group irradiated with ultraviolet radiation; RXD=group irradiated with diagnostic radiation-X; RXT=group irradiated with therapeutic radiation-X. After irradiation the microshear tests were carried out (Instron Inc., model 4411) to evaluate the adhesive bond, and afterwards the modes of failure of the specimens were evaluated and classified using 5 scores: 1=adhesive failure, 2=mixed failure with 75% dentin exposed; 3=mixed failure with 50% dentin exposed; 4=mixed failure with 25% dentin exposed; 5=cohesive failure. The results were submitted to ANOVA by the Tukey, Dunnett, Kruskal-Wallis and Dunn test ( =0.05). No changes in bond strength of CB and AP were observed after application of the different radiations; only SB showed an increase in bond strength after UV (p=0.0267) irradiation. UV also changed the failure patterns in SB (p=0.0000). The changes in the adhesive bond and in the mode of failure did not show degradation, but were dependent of both the energy of ionizing radiation and the way of adhesive application. Thus, the ionizing radiation cannot be considered an external agent able to cause degradation in the studied adhesive materials
Subject: Radiação ionizante
Adesão
Resinas compostas
Radiologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CRUZ, Adriana Dibo da. Investigação na resitencia da união de sistemas adesivos dentarios irradiados com diferentes radiações ionizantes. 2009. 47 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/288881>. Acesso em: 12 ago. 2018.
Date Issue: 2009
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cruz_AdrianaDiboda_D.pdf5.54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.