Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287655
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Observações celestes no Mexico Antigo : uma interpretação da astronomia mesoamericana na obra de Frei Bernardino de Sahagun (1499-1590)
Author: Alvim, Marcia Helena
Advisor: Figueirôa, Silvia Fernanda de Mendonça, 1959-
Abstract: Resumo: Nesta dissertação foram analisados os conhecimentos mesoamericanos acerca dos astros através da obra Historia General de Ias cosas de Nueva Espana do ftanciscano Bernardino de Sahagún. A elaboração deste texto iniciou-se após a chegada do missionário a Nova Espanha, em 1529, prolongando-se até sua morte em 1590. Bernardino de Sahagún almejava a evangelização dos antigos mexicanos e para sua efetivação escreveu um manual no qual pretendia abarcar todo o universo mesoamericano. O missionário acreditava que somente fosse conhecido os hábitos, cultura, história e religião dos povos nativos, os evangelizadores poderiam convertê-Ios, averiguando a permanência da religião pré-colombiana. Ao descrever o universo mesoamericano Sahagún se preocupou também em narrar os conhecimentos indígenas, entre eles, a astronomia e astrologia. O interesse do ftanciscano por estes saberes relaciona-se ao panorama científico e religioso da Europa seiscentista. Neste período, o conhecimento europeu sobre os astros estava impregnado de práticas mágico-adivinhatórias, do hermetismo e, ainda, das teorias aristotélicas. A perseguição da Igreja aos saberes que estivessem ligados à tradição mágica pode explicar o interesse do missionário pelos conhecimentos mesoamericanos que este associou às práticas supersticiosas e mágicas. Desta forma, durante a análise da obra Historia General também foram abordados aspectos do conhecimento europeu do século XVI, bem como a postura da Igreja em relação a este e às ordens religiosas.Além de esboçarmos um panorama do conhecimento europeu e da situação da Igreja seiscentista, nesta dissertação foi apresentado alguns saberes e práticas mesoamericanas acerca dos astros. O missionário denominou de astrologia a todos os saberes mexicas relacionados às práticas supersticiosas e mágicas, incluindo o calendário adivinhatório, o Tonalpohualli, a previsão do futuro através de animais e plantas e os maus agouros. Ao relatar este conhecimento, Sahagún nos forneceu preciosas informações sobre o conhecimento dos antigos mexicanos tanto quanto acerca do cenário europeu do século XVI

Abstract: This Masters degree dissertation focuses on the knowledge about the stars as described by the Franciscan friar Bemardino de Sahagún in his book Historia General de Ias cosas de Nueva Espana. This knowledge called by Sahagún 'astrology' and 'astronomy' was completely connected with the religious and magic Mesoamerican universe. The Church in the sixteenth century persecuted the magic and hermetic tradition in Europe what explains Sahagún being interested in this knowledge. The missionaries' goal in New Spain was the conversion the natives to the Christian religion. For them, the persistence of the ancient indigenous religion was linked with the existence and practice of superstitions and magic beliefs. In accordance with this view, they had to eliminate these traditions and convictions for the successful conversion to Christianity. The persecution ofthose magic practices wasn't restricted to New Spain. In Europe, the Church condemned the hermetic tradition, magic practices and astrology. Therefore, in this dissertation we studied the European scientific and religious context in the sixteenth century. Bemardino de Sahagún, as a Franciscan, studied in Salamanca and had contact with the European knowledge ofhis time. When he arrived in New Spain, Sahagún brought with him the occidental knowledge tradition, and described the Mesoamerican universe through his own vision. But, despite of these characteristics, the Franciscan friar produced one of the most important narratives about the culture, religion, history and knowledge of the ancient Mexicans
Subject: Astrologia
Astronomia
Hermetismo - México
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: ALVIM, Marcia Helena. Observações celestes no Mexico Antigo: uma interpretação da astronomia mesoamericana na obra de Frei Bernardino de Sahagun (1499-1590). 2003. 139p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociencias, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/287655>. Acesso em: 3 ago. 2018.
Date Issue: 2003
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Alvim_MarciaHelena_M.pdf4.86 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.