Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281937
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Propósito e natureza em Aristóteles
Title Alternative: Purpose and nature in Aristotle
Author: Lima, Giorlando Madureira de
Advisor: Evora, Fatima Regina Rodrigues, 1958-
Évora, Fátima Regina Rodriguez
Abstract: Resumo: A relação entre propósito (hou heneka) e natureza (physis) não é um tema pacífico, conforme pode-se demonstrar a partir de Física, II, 8, 199b32. Na referida passagem, Aristóteles declara que "natureza é uma causa, uma causa que opera por um propósito", essa declaração é a conclusão de um argumento por analogia acerca da necessidade que uma causa tem de um propósito. A analogia se dá entre um artesão que precisa ter algum propósito antes de começar a trabalhar sobre uma madeira e a natureza que, analogamente, também teria um propósito antes de começar a mover os seres. Esta imagem de Aristotélica tem como consequência uma questão que acompanha a tradição de comentários, qual seja, "possui a natureza um deliberador?". A presente dissertação investiga cada uma das três possibilidades de resposta para essa pergunta: (i) existe e é distinto da natureza, (ii) existe e não é distinto da natureza e (iii) não existe. Com o intento de ao fim dessas investigações, encontrar uma conclusão sobre o que pode efetivamente ser dito sobre a questão. Alcança essa meta através da análise da estrutura do texto de Física II, 8

Abstract: The relationship between purpose (hou heneka) and nature (physis) is an issue in dispute, as can be demonstrated from Physics, II, 8, 199b32. In that passage, Aristotle declares that "nature is a cause, a cause that operates for a purpose," this statement is the conclusion of an argument by analogy about the necessity that a cause has of a purpose. The analogy is between a craftsman who must have some purpose before starting work on a wood and nature that, similarly, would need to have a purpose before start moving beings. This Aristotelic image produces a question that accompanies the tradition of commentary, which is, "nature has a deliberator?". This dissertation investigates each of the three possible answers to that question: (i) exists and is distinct from nature, (ii) exists and is not separate from nature and (iii) does not exist. With the intent of, at the end of these investigations, find a conclusion about what can actually be said about the question. It achieves this goal by analyzing the structure of the text of Physics II, 8
Subject: Aristóteles
Física
Teleologia
Filosofia da natureza
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: LIMA, Giorlando Madureira de. Propósito e natureza em Aristóteles. 2010. 84 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/281937>. Acesso em: 16 ago. 2018.
Date Issue: 2010
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lima_GiorlandoMadureirade_M.pdf668.16 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.