Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279903
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: O espaço da democracia no projeto político dos dirigentes do MST
Title Alternative: The space of democracy in the political project of leaders of MST
Author: Feix, Plínio José, 1960-
Advisor: Meneguello, Rachel, 1958-
Abstract: Resumo: Nesta tese é tratada a concepção de democracia que tem predominado entre os dirigentes nacionais do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), ou seja, as lideranças que integram a Coordenação Nacional e a Direção Nacional deste Movimento, as duas instâncias de poder nas quais são discutidas e definidas as diretrizes organizativas e políticas do mesmo. O objetivo é analisar o espaço que ocupa a democracia no projeto político desses dirigentes, sobretudo no que se refere ao processo de construção da sociedade socialista. Essa temática deve sua relevância ao fato de que o Movimento estabelece intensas e diferenciadas relações com as instituições do Estado e com diversos atores da sociedade civil, na luta pelo assentamento dos trabalhadores sem-terra acampados, pela reforma agrária e pela instauração do socialismo. A hipótese deste trabalho é a de que as referidas lideranças não concebem a democracia como um princípio fundamental da política, tendo como referência para essa postura teórica e política o marxismo clássico. Além desta influência, os mencionados líderes têm na Teologia da Libertação outra base político-cultural significativa para fundamentar o seu projeto político. Este último, portanto, é constituído pela confluência dessas duas matrizes culturais distintas. Isso resulta em uma combinação imprecisa em termos teóricos e políticos que se reflete na construção desse projeto, cuja concepção se caracteriza, em boa medida, por uma natureza parcial, indefinida e, não raro, contraditória. Diante dessa base teórica e da hipótese levantada, uma questão que o estudo coloca é qual a natureza dos vínculos que o MST estabelece, por um lado, com as instituições políticas do Estado liberal e, por outro, com as esquerdas sociais e políticas do campo democrático, tendo em vista que, embora com visões distintas, estas e aquelas atribuem à democracia um significado diferente daquele que é dado pelos dirigentes em pauta. Uma outra questão é qual a estratégia política defendida por estes para a construção do seu projeto de sociedade. Este enfoque permite refletir sobre as possibilidades e os limites sociopolíticos que esse Movimento encontra atualmente na luta pela igualdade social. Em termos metodológicos, para tratar do objeto de estudo, foi desenvolvida pesquisa bibliográfica em obras que enfocam o MST, assim como se analisou um vasto material empírico produzido por suas lideranças; também foi utilizado o recurso da fonte oral, por meio da realização de entrevistas junto a dirigentes

Abstract: In the present thesis it is treated the conception of democracy which has prevailed among national leaders of the Landless Rural Workers Movement (MST in Brazil), that is, the managers that integrate the National Coordination and National Direction of that Movement, the two instances of power in which are discussed and defined the organizational and political guidelines of that Movement. The aim here is to analyze the space occupied by democracy in the political project of those leaders, especially regarding the building process of socialist society. The theme has its relevance once the Movement provides intense and differentiated relations with the State institutions and with diverse civil society actors, in the struggle for settlement of landless workers camped, for agrarian reform and for establishment of socialism. The hypothesis is that the mentioned leaders don't conceive democracy as a fundamental principle of politics, having as reference to this theoretical and political posture the classical Marxism. Those leaders also have in the Liberation Theology another significant political-cultural basis to their political project. The present thesis is, therefore, that the mentioned project is constituted by the confluence of these two different cultural matrices, which results in an imprecise combination, in theorical and political terms, that reflects on the building of this project, whose conception is characterized, in large manner, by a partial, indefinite, and often contraditory nature. Besides that theorical basis and the raised hypothesis, a matter this study deals with is which is the nature of the links established by the MST, with the political institutions of Liberal State, and, on the other hand, with social and political left in the democratic field, considering that, although they have different views, the former and the latter assign to democracy a meaning that is different from that one given by the mentioned leaders. Another issue concerns the political strategy defended by them when it comes to building their society project. The adopted approach allows a reflection about the possibilities and sociopolitical boundaries faced by that Movement in the struggle for social equality. In methodological terms, in order to analyze the object of the present study, bibliographical research focusing the MST was developed, and also the analysis of vast empirical material produced by the leaders of that Movement; oral source, through interviews with leaders, was used as well
Subject: Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra
Democracia
Estado
Cidadania
Cultura politica - Brasil
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FEIX, Plínio José. O espaço da democracia no projeto político dos dirigentes do MST. 2010. 441 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/279903>. Acesso em: 16 ago. 2018.
Date Issue: 2010
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Feix_PlinioJose_D.pdf6.71 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.