Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/275059
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Os V Jogos Mundiais Militares no Brasil e a reinserção do esporte militar na política esportiva nacional
Title Alternative: The V World Military Games in Brazil and the reinsertion of the military sports in the nacional sporting policy
Author: Guirra, Frederico Jorge Saad, 1971-
Advisor: Castellani Filho, Lino, 1951-
Filho, Lino Castellani
Abstract: Resumo: As duas primeiras décadas do século XXI vêm reservando ao Brasil uma série de megaeventos esportivos iniciados em 2007 com os Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, seguidos da realização da V edição dos Jogos Mundiais Militares (JMM), em 2011, da Copa das Confederações e da Gymnasíade, em 2013 e do Mundial de Futebol FIFA, em 2014, ainda vindo à frente os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, em 2016, a Copa América de Futebol, em 2017 e da Universíade, em 2019. Esses megaeventos integram as estratégias governamentais brasileiras para a almejada inserção protagônica do país no cenário mundial, em um movimento de reposicionamento geopolítico definidor, para tanto, de uma sincronia entre a agenda definida pelos segmentos conservadores do campo esportivo brasileiro ¿ por si só, conservador ¿ e a "nova" ordem político-econômica mundial, configurativa muito mais do quadro de atendimento dos interesses do desenvolvimento urbano centrado na lógica dos negócios, do que propriamente daquele vinculado à materialização de uma política esportiva. Essas ideias constituem o ponto de partida do presente estudo, que versará sobre o Esporte Militar, no Brasil, das quais deriva a questão central que norteia esta pesquisa: Qual o atual lugar do Esporte Militar na política esportiva brasileira? A resposta a esse questionamento concretiza o objetivo geral deste estudo, ou seja, analisar a estratégia de sua reinserção na política esportiva, tendo os V JMMs como elemento canalizador de suas ações, no âmbito dos megaeventos esportivos. As questões foram enfrentadas a partir dos dados obtidos em uma pesquisa de cunho documental/bibliográfico, tendo como referencial teórico o Materialismo Histórico-Dialético, ancorada em peças orçamentárias, dispositivos normativos, matérias jornalísticas, por meio dos quais se pretendeu desvelar as entrelinhas do discurso acerca da realização de uma edição dos JMMs no Brasil. Para dar conta de tal tarefa, o caminho percorrido incluiu os seguintes objetivos específicos: i) partindo da realização da V Edição dos JMMs, retornar às quatro edições anteriores, identificando a participação do Esporte Militar Brasileiro em diálogo com a política esportiva à época de cada uma delas; ii) analisar o dia seguinte aos JMMs, os investimentos realizados, seus legados, a preparação brasileira para as Olimpíadas de Londres, em 2012, os JMMs em 2015 e os Jogos Olímpicos, em 2016; iii) analisar criticamente a realização dos Jogos Mundiais Militares no Brasil à luz do referencial teórico adotado. Foi possível constatar que o posicionamento estratégico das Forças Armadas junto ao Governo Federal e às entidades de administração do esporte nacional, por meio da realização dos JMMs no Brasil, fez parte de um planejamento muito bem articulado, voltado à desoneração dos Jogos Olímpicos de 2016, e à expansão do esporte de alto rendimento por meio dos Programas de cunho esportivo do Governo Federal, em que os militares figuram como parceiros, derrubando a tese de que os JMMs serviram apenas como evento teste para a realização da Copa do Mundo FIFA, em 2014, e os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Verão, em 2016

Abstract: The first two decades of the twenty-first century come to Brazil reserving a number of mega sporting events started in 2007 with the Pan-American Games in Rio de Janeiro, followed the completion of the V edition of the Military World Games (MWG), in 2011, of the Cup confederations and Gymnasíade in 2013 and the FIFA World Cup in 2014, still coming forward the Olympic and Paralympic Games in 2016, the America's Cup Football in 2017 and the Universiade in 2019. These mega events integrate Brazilian governmental strategies for the targeted insertion of the protagonist the world stage, in a move of defining geopolitical repositioning, therefore, of synchrony between the schedule defined by conservative segments of the Brazilian sports field - alone, conservative - and the "new "global political-economic order, configurative much of the framework for meeting the interests of urban development centered on business logic, than that linked to the materialization of a sporting policy. These ideas constitute the starting point of this study, which will focus on the Military Sports in Brazil, which derives the central question guiding this research: What is the actual place of Military sports in Brazilian policy sporting? The answer to this question embodies the objective of this study, analyzing the your strategy of reinsertion in sporting policy and the V JMMs as plumber element of their actions within the sports mega-events. The issues were addressed from the data obtained in a survey of documentary / bibliographic nature, having as theoretical-Dialectical Materialism History, anchored in budget pieces, regulatory requirements, newspaper articles, through which it was intended to unveil the subtext of the speech about performing an edition of JMMs in Brazil. To realize this task, the path taken included the following specific objectives: i) to present the context of realizing the V edition of the JMM; ii) analyze the following day to JMMs, investments, their legacies, Brazil's preparations for the London Olympics in 2012, the JMMs in 2015 and the Olympics in 2016; iii) to review the achievement of the World Military Games in Brazil in light of the theoretical framework adopted. It was found that the strategic positioning of the Armed Forces from the Federal Government and entities to administer the national sport, through the realization of JMMs in Brazil, was part of a well articulated plan, aimed at relief of the 2016 Olympic Games, and the expansion of high performance sport through programs sporty of the Federal Government, in which the military figure as partners, dropping the thesis that JMMs served only as a test event for the hosting of the FIFA World Cup in 2014, and the Olympic and Paralympic Summer Games in 2016. Keywords: Military Sports. Sporting Mega-Events. Brazilian Sporting Policy. V Military World Games
Subject: Esportes e política - Brasil
Eventos esportivos
Jogos Mundiais Militares (V. : 2011 : Rio de Janeiro, RJ)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: GUIRRA, Frederico Jorge Saad. Os V Jogos Mundiais Militares no Brasil e a reinserção do esporte militar na política esportiva nacional. 2014. 231 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/275059>. Acesso em: 26 ago. 2018.
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Guirra_FredericoJorgeSaad_D.pdf10.18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.