Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/274892
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Acões motrizes e representações sociais no jogo do laço no vale do Itabapoana
Author: Pimentel, Giuliano Gomes de Assis
Advisor: Bruhns, Heloisa Turini
Abstract: Resumo: Investigou-se ações motrizes e significados da prática esportiva do laço do boi, jogo rural próprio do Noroeste fluminense e Sul capixaba, cujo objetivo é laçar-se, à cavalo, um bovino em fuga numa pista de aproximadamente 100 metros de comprimento. Mais especificamente, foram analisadas a natureza do jogo e a configuração da festa vinculada ao mesmo enquanto vivências de lazer indicadoras do modo de vida local. Para tanto, fez-se uso de pesquisa qualitativa, na linha da observação participante, com a combinação de pesquisa bibliográfica, entrevista semiestruturada, registro fotográfico, filmagem e observação direta com anotações em diário de campo. O trabalho empírico ocorreu em toda região, considerando para análise 13 entrevistados escolhidos de forma não probabilistica e intencional mais os registros de 14 festas de laço nos municípios de Apiacá-ES, Bom Jesus do Norte-ES e Bom Jesus do Itabapoana-RJ. A lógica interna na qual o laço do boi se orienta está relacionada a diversos fatores endógenos e exógenos, sendo variáveis principais na produção e consumo do jogo: a relação com o animal pautada pela moral da lide pecuária; a interdependência entre as esferas do trabalho e do lazer corporificadas na ação motriz de laçar; a importância do habitus rural para o sucesso na formação do praticante; a configuração do alvo (chifre ou orelha) alterando a tática motora de jogo; o sistema de pontuação e as regras baseados na técnica pecuária; a conjuração entre estética e ética na condução da arbitragem; a relação entre a participação individual durante a perseguição e a partilha coletiva dos resultados da mesma; a natureza das relações entre os praticantes marcada pela falta de confronto direto; a oposição ao bovino e a colaboração simbiótica com o eqüino; a natureza do contato entre homem e bezerro mediada pelo cavalo e pela corda; os fatores intervenientes ao desempenho relacionados à capacidade de domínio sobre os animais e sobre o nível pessoal de tensão; o espaço estandardizado e o curto tempo para reação e execução da laçada; o aspecto simbólico das dimensões do terreno do jogo; as mudanças de trajetória dentro da pista guiadas pela direção do animal perseguido; a noção de. tarar a corda (dar-lhe velocidade) vinculada ao ritmo do movimento humano; as táticas ordinárias criadas para facilitar a participação no jogo; a necessidade de competências culturais para transitar do jogo à festa; as barreiras para a vivência desse jogo esportivo relacionadas a gênero, faixa etária e origem laboral; as diferentes motivações para participação nesse evento forçando a distensão das ofertas de diversão; a configuração fluida e pendular entre a formalidade e racionalização do esporte profissional e o amadorismo e baixa organização do jogo e, por fim, o comportamento da tradição e localismo presentes no jogo quando em comunicação com transformações na noção de ruralidade e expansão de outras formas de rodeio. Compreendendo o laço de boi e a festa do laço a partir desses traços organizadores, analisou-se as táticas e capacidades requeridas na vivência dessas atividades, refletindo como a vivência delas enquanto lazer e campo de ação motriz reelabora-se sem escapar do fulcro básico de sua existência, o modo de vida extraído do labor rural

Abstract: It was investigated corporal movements and meanings of the sporting practice of the laço do boi (ox roping), own rural game ofthe Northwest of Rio de Janeiro and South of Espírito Santo, whose objective is to lasso, set up in horse, a calf in escape by approximately 100 meters of distance. More specifically, the nature of the game and the configuration of the bom party of the same were studied whi1erelationship of the leisure with the way of local life. To investigate such particular manifestation of game, I opted to a scanning of field in the string of the participant comment. The research, qualitative, counted on the intrumentos of notation in notebook of field of 14 weekly parties, registers of pictures and interview with 13 ropers The logic intems of the laço do boi is conected to several factors, being main variables in the production and consumption of the game: the relationship with the animal govemed for the moral of the rural work; the interdependence among the spheres of the work and of the leisure assumed in the corporal action of lassoing; the importance of the rural habitus for the success in the apprentice's formation; the configuration of the objective (hom or ear) altering the tactics of game; the punctuation system and the rules based on the technical work with cattle; the combination between aesthetics and ethics in the conduction of the arbitration; the relationship among the individual participation during the persecution and the collective partition of the results of the same; the lack of corporal interactions during the game; the opposition to the bovine and the collaboration with the horse; the contacf among man and calf mediated by the horse and the rope; the intervening factors to the corporal acting related to the domain capacity on the animals and on the personallevel of tension; the controlled space and the short time for reaction and execution of the cowboys; the symbolic aspect of the dimensions of the area of the game; the pursued animal is the guide of the trajectory of the action; the notion of tarar the rope (it is giving speed) governing the rhythm of the human movement; the tactics ordinary maids to facilitate the participation in the game; the need of cultural competences to transit of the game to the party; the barriers for the existence of that sporting game related to gender, age group and origin local; the motivation different in the participation forcing the diversification of the offers of amusement in the festas do laço; the configuration between the formality and rationalization of the professional sport and the amateurlsm and it lowers organization of the game and, finally, the relationship of the local tradition of the game with transformations in the farmer notion and with the expansion in another rodeo ways. Understanding the laço do boi and the festa do laço to leave of those lines of orientation , the tactics and capacities requested in the existence of those activities is analyzed, understanding as their existence while corporal action leisure of transform-if without escaping of the basic fulcrum of its existence, the extracted life way of the rural work
Subject: Lazer
Esporte
Movimento - Educação
Educação física
Vida rural - Rio de Janeiro (Estado)
Vida rural - Espirito Santo (Estado)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: PIMENTEL, Giuliano Gomes de Assis. Acões motrizes e representações sociais no jogo do laço no vale do Itabapoana. 1999. 194p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Fisica, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/274892>. Acesso em: 26 jul. 2018.
Date Issue: 1999
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pimentel_GiulianoGomesdeAssis_M.pdf7.05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.