Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/257077
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Autoconsumo e segurança alimentar em assentamentos rurais do Pontal do Paranapanema
Title Alternative: Self-consumption and the food security in the Pontal of Paranapanema's rural settlements
Author: Dombek, Luiz Antonio
Advisor: Tereso, Mauro José Andrade, 1959-
Abstract: Resumo: O trabalho apresentado utiliza-se da base e de dados de uma pesquisa maior denominada ¿(In)Segurança Alimentar em Grupos de Agricultores Familiares do Brasil¿, desenvolvida pela Faculdade de Ciências Médicas (FCM) e Faculdade de Engenharia Agrícola (FEAGRI) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), cadastrada pelo número 503527/2003-3, viabilizada pelo edital promovido pelo CTAGRO/MCT/CNPq/MESA 01/2003. Os dados referem-se a três assentamentos rurais de diferentes anos de implantação, criados a partir da luta pela terra, promovida pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e localizados na região oeste do Estado de São Paulo, conhecido por Pontal do Paranapanema, que tem forte presença deste movimento social. O objetivo principal foi mensurar a (in)segurança alimentar das famílias daqueles assentamentos, bem como a relação desta condição com a presença ou não na produção para seu autoconsumo, aqui entendido como produção de hortas e pomares domésticos bem como a criação de pequenos animais. Para tanto, utilizou-se da metodologia denominada de Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (EBIA) que possui questionário próprio, com perguntas-chave, que indicam a condição de segurança bem como de insegurança alimentar (esta última subdividida em leve, moderada e grave). Nas 301 famílias entrevistadas encontrou-se as seguintes condições: 41,1% em estado de segurança alimentar, 40,7% em insegurança alimentar leve (IL), 14,1% em insegurança alimentar moderada (IM) e 4,0% em insegurança alimentar grave (IG). Verificou-se ainda que as famílias que utilizaram a estratégia de produzir o seu autoconsumo (tanto de origem vegetal como animal) estão em condições de segurança alimentar melhores que as que não produziram para tal finalidade. Portanto observar como as famílias assentadas relacionam as questões de produção destinadas para o autoconsumo e sua relação com a condição (in)segurança alimentar aparece como indicativo para superação da condição de fome que atinge milhares de famílias, inclusive no meio rural

Abstract: The present work was based in a data set obtained in a larger research project named ¿(In)Segurança Alimentar em Grupos de Agricultores Familiares do Brasil¿ developed in the Faculdade de Ciências Médicas (FCM) and Faculdade de Engenharia Agrícola (FEAGRI) with Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) registered as number 503527/2003-3, and made possible by the Edital CTAGRO/MCT/CNPq/MESA 01/2003. The data refers to three assentamentos rurais established at different times, through the action of the Landless Movement (MST) in Pontal do Paranapanema region, where social movements like that are very strong. The main objective was to measure the food security of the population living in the rural settlements, as much as its relation with self sustainable food production, here understood as production of fruits and vegetables in small areas and raising of small animals. For that the methodology called Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (EBIA) was used. This method uses questionnaires with key questions that indicate whether there is food security or food insecurity (this last one divided in light, moderate and strong). From the 301 families interviewed, the following situation was envisaged: 41,1% in food security (SA); 40,7% in light food insecurity (IL), 14,1% in moderate food insecurity (IM) and 4,0% in strong food insecurity (IG). It was verified that the families that have self-sustainable production (animal and plant production) are in better food security conditions than those that did not had this production. It was concluded that to observe how the settled families relate the production designated to self consumption and yours relation with the insecurity food condition seems to be an indication to overcome the hunger condition that affect many families even in the rural area
Subject: Assentamentos rurais
Segurança alimentar e nutricional
Fome
Alimentos - Consumo
Reforma agrária
Pobreza
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: DOMBEK, Luiz Antonio. Autoconsumo e segurança alimentar em assentamentos rurais do Pontal do Paranapanema. 2006. 94f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Agricola, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/257077>. Acesso em: 9 ago. 2018.
Date Issue: 2006
Appears in Collections:FEAGRI - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Dombek_LuizAntonio_M.pdf1.84 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.